Conectar-se
O NRF nas Redes Sociais
WhatsApp
Os membros mais ativos da semana
2 Mensagens - 29%
2 Mensagens - 29%
1 Mensagem - 14%
1 Mensagem - 14%
1 Mensagem - 14%
Top dos mais postadores
3944 Mensagens - 14%
3729 Mensagens - 13%
3448 Mensagens - 12%
2994 Mensagens - 10%
2953 Mensagens - 10%
2788 Mensagens - 10%
2714 Mensagens - 9%
2269 Mensagens - 8%
2195 Mensagens - 8%
2152 Mensagens - 7%
Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante

Nenhum

Ver toda a lista


Compartilhe
Ir em baixo
avatar
Nukenin
Nukenin
Mensagens Mensagens : 357
Data de inscrição : 09/02/2014

Vila : ??
Idade : 14
Sensei : ??
Personagem : num sei ainda nao entendi muito bem
Não Selado
Idade Idade : 18

Ficha do Personagem
HP HP:
0/0  (0/0)
Chakra Chakra:
0/0  (0/0)
Stamina Stamina:
0/0  (0/0)
Ver perfil do usuário

Vila

em Qui 27 Set 2018, 12:31 am
(recolhidos na sala do conselho, todos os representantes de clã estavam na sala onde a mesa na ponta estava Jiraiya e a seu lado em pé estava Shiro, todos se perguntavam o que aconteceria de agora em diante, pois ja havia se espalhado a noticia de que o Daimyou iria escolher a vila de maior poder para ser sua representante como capital. Isso alegrava todos, pois era a manga que faltava para o desenvolvimento da vila, o membro do clã Akimichi inicia a sessão já indagando Jiraiya)

Akimichi- Pois então Jiraiya-sama, o que vc pretende fazer com essa nova escolha do Senhor feudal?

avatar
Jounnin
Jounnin
Mensagens Mensagens : 89
Data de inscrição : 07/05/2018

Vila : Konoha
Idade : 20
Sensei : a definir
Personagem : a definir
Não Selado
Idade Idade : 18

Ficha do Personagem
HP HP:
50/50  (50/50)
Chakra Chakra:
37/39  (37/39)
Stamina Stamina:
0/0  (0/0)
Ver perfil do usuário

Re: Vila

em Qui 27 Set 2018, 10:12 am
(Jiraiya aguardava a chegada de todos. Jiraiya já sabia o que fazer. Precisava unir os Senju, primeiro em torno do ideal da união pelo país. Mas não podia ignorar o conselho, pois esse conselho transmitiria a sua impressão. Todos queriam acreditar em Jiraiya. Ele precisa se valer daquilo. Porém, tinha que tomar cuidado para não furar e colocar Shiro numa fria, também. Todos chegados e cumprimentados, Jiraiya respondia vom naturalidade)

- Akimichi-san, acredito que a sua dúvida seja a de todos.

- eu serei direto em expor uma estratégia. Nada está definido ainda, mas confio muito nela.


(Ele olhava para Shiro e depois para cada um dos membros)

- senhores, vocês todos fizeram o melhor que podia ser feito para os Senju continuarem no seu lugar de destaque. Embora alguns não acreditem, é natural manter algum coisa na manga como estratégia e, por isso, acredito que a estratégia de manter a vila nesse estado noa dá muita vantagem, pois ninguém esperará o que vamos fazer!

- Meus irmãos, a minha estratégia parte do pressuposto de que o nosso sucesso não virá de fazermos aquilo que todos os nossos antepassados fizeram. Precisamos fazer diferente! Como já foi feito por meu pai, quando decidiu-se pelo fim das agressões entre o Uchiha a o Senju. Nosso país se estabiliziu, nossas crianças pararam de morrer à toa e nossas famílias tem menos luto.

- Mas vejo q mantivemos a nossa rivalidade e ela vem sendo mantida nesse lado do poderio econômico, de alianças e agora, temo que essa mensagem do Daymiou, pode colocar tudo o que já foi conquistado em direção da paz, a perder...

- como sabemos, O Senhor do país do fogo precisa e irá escolher uma capital sua... mas, porquê ele irá fazer isso?

(Jiraiya sacava um papel e puxando a atenção dos companheiros, escrevia neles as seguintes palavras)

"KIRIGAKURE NO SATO"

"UNIÃO DE TODOS OS CLÃS DO PAÍS DA ÁGUA"

"MIZUKAGE"


(Ele olhava para cada um dos membros do Conselho)

- senhores, eu vi com meus próprios olhos, a vila oculta, a posse de Hoozuki Ryuugetsu e todos clãs unidos no entorno do Mizukage. Isso nos dá uma vantagem. Eu sei exatamente o porquê da notícia do Senhor do Fogo. Ele simplesmente não pode ficar para trás. Ele está tentando fazer nosso país se unir...

- Então, senhores, não adiantará tentarmos vencer um duelo com o Uchiha para fazer a vila aqui. Acho q precisamos pensar em algo inovador.

- vocês podem me perguntar, mas isso não parecerá fraco? Ou ainda, que não podemos confiar nos Uchiha a ponto de termos eles tão próximos de nós, que manter a paz não é vivermos sob um mesmo teto... mas, eu digo que talvez isso fosse uma opção no passado... opção que não existe mais

- e é isso que mudou! NÃO TEMOS MAIS OPÇÃO. Como eu disse, eu vi a união do país da água. Vocês notaram as palavras que eu escrevi aqui? Quem aqui um dia achou que essas palavras escritas existiriam algum dia, que se levante. Senhores, até o clã Kaguya, o mais sanguinolento e desordeiro do país da água está seguindo a ordem do Mizukage e, sobretudo, não está mais se envolvendo em disputas desnecessárias. Até pouco tempo atrás, se dissessem que isso seria realidade, muitos ririam. O que está tornando o país da água tão atrativo é que não há mais clãs se desgastando entre si... e sim juntando esforços em prol de se protegerem e se tornarem fortes juntos. O país da água saiu de sua miséria, por que pararam de jogar esforços em sabotar um ao outro, e o converteram em construir...

- essa é a minha frase mais importante: senhores, é irrelevante se vamos vencer duelos com o Uchiha por uma escolha pra ser capital. Aliás, acho que o Daymiou sabe que escolher um ou outro é convidar para o retorno das belicosidades. Mas, isso é irrelevante por que, se seguirmos o caminho de uma disputa interna,  não importa qual, o clã que vencer terá nadado um oceano inteiro, apenas para morrer na praia!

- isso porque o Senju sem o Uchiha... e o Uchiha sem o Senju... NÃO terão como fazer sombra perante Kirigakure no Sato, mesmo que se unam a todos os demais clãs do país do fogo. A única forma de fazermos frente a eles... é unindo TODOS os clãs do país do Fogo, incluindo Uchihas e Senjus! Se alguém duvidar, basta me perguntar e eu descreverei em detalhes como as coisas darão errado se não seguirmos o caminho da união de esforços. Basta pensar que o que comanda o crescimento é o dinheiro de quem contrata os ninjas... E acham que ele irão preferir contratar ninjas sempre sujeitos a sabotagens internas ou aqueles de um país em que eles não terão esse risco, pois o sucesso de um é o sucesso de todos?


(Jiraiya olhava sensato para o seu conselho esperando uma reação. Ele usava tudo que aprendera para transmitir a eles a mensagem de que não havia saída e que o problema não era entre Senjus e Uchihas. Jiraiya tentava mostrar que o problema era muito maior e que sequer adiantava tentar discutir um plano que não envolvesse se organizar para não ficar para trás do país do água)

- claro que precisamos estruturar um plano mais detalhado, mas se estiverem de acordo em prosseguirmos nessa tentativa de união geral, eu sei o que fazer... e terei de AGIR RÁPIDO. então, temos de decidir ainda hoje. Quanto antes melhor. Eu sei também como fazer para que essa tentativa de união sirva para que os clãs de todo o país nos vejam com.bons olhos e com os olhos que todos precisam ver, inclusive o Uchiha... os clás do país da água nunca tiveram nenhuma aliança direito... sempre um sabotando o outro... por isso, nenhum deles nunca se tornou grande. Eles cresceram por unir vários pequenos juntos...

- nós temos muito mais que isso! Temos diversos clãs grandes... e dois clãs de destaque. Se conseguirmos unir todos, com certeza teremos condições de fazer frente ao que eles representam hoje, sem que isso tenha de significar belicosidade... mas não podemos nos tornar reféns deles. Temos que manter nossa soberania interna, para que o respeito entre os países permaneça, mesmo nas futuras gerações.

- mas, antes de fazer o primeiro movimento, quero ter certeza de que vocês entenderam, e que tenho a aprovação de vocês, ... se é a única saída por um lado, também acredito que ela é a saída que nos tornará a potência número 1 do mundo... se estiverem de acordo, irei explanar o primeiro passo para celebrarmos um tratado entre os dois expoentes... e na sequência, poder incluir a todos nesse tratado.
avatar
Nukenin
Nukenin
Mensagens Mensagens : 357
Data de inscrição : 09/02/2014

Vila : ??
Idade : 14
Sensei : ??
Personagem : num sei ainda nao entendi muito bem
Não Selado
Idade Idade : 18

Ficha do Personagem
HP HP:
0/0  (0/0)
Chakra Chakra:
0/0  (0/0)
Stamina Stamina:
0/0  (0/0)
Ver perfil do usuário

Re: Vila

em Qui 27 Set 2018, 2:55 pm
(o membor Akimichi se sentava e escutava cada palavra que foi dita por Jiraiya, ele pensa ummpouco e olha para os demais depois iniciando um assunto um tanto mais polemico. Esse Akimichi era mais velho, provavelmente um dos mais velhos da sala, ele ainda perdurava com as crenças e memorias antigas, o que era bom de certa forma pois dos lideres ele era praticamente o unico das antigas)

Akimichi- Desculpe a maneira como vou me colocar agora Jiraiya-sama, mas, não estamos sem combate com uchihas por causa de seu pai. Seu pai ficou sem foco na vida, depois que ele voltou do que seria um ataque para mata-lo dos uchihas, ele simplesmente parou de investir contra eles, ninguem entendia, mas as sabotagens e todo o restante pararam assim que a o Fantasma Branco Assumiu o poder.

(Jiraiya já conhecia esse apelido, era dao a Itanari, que em diversas vezes tinha "morrido" em alguns combates, mas voltava com uma força surreal e elimina seu inimigo.)

Akimichi- depois que ele soube da sua morte, ele largou todos nos a deriva e desapareceu, não reclamo das coisas boas que Shiro trouxe para nos, mas todos aqui concordam que ele foi fraco de mais para uma aliança desse porte, não é como se do nada vc chega e acha que tudo se resolverá rapidamente.

(todos os lideres ate evitavam o olhar para Jiraiya, ele sabia que esse akimichi pregava muito pelos bons costumes e ele nunca escondeu que achou muio estranho Jiraiya não voltar para casa assim que percebeu estar vivo. Muitos abaixavam a cabeça em tom de tristeza pela situação e ate mesmo o próprio Shiro por se envergonhar de nao ter tio mais coragem em arriscar. mas um dos ninjas dava muito apoio ao novo Jiraiya, era seu antigo amigo Nara Aktsumaru, ele tinha assumido a liderança de seu clã a um bom tempo, era muito respeitado embora ainda fosse bem novo, mas era certamente a maior força que ele tinha nessa mesa, ate porque Jiraiya ja sabia que os Akimichi e Yamanaka estavam ali praticamente pela boa comunicação com os Nara, eram clãs de muita afiniade)

Maru- É verdade meu caro e grande amigo Akimichi, mas, foi Shiro quem nos poupou de muitos outros desgastes, o sul coo ja disse Jiraiya teve muita força e poderia ter nos eliminado antes, mas Shiro manteve seu trato de deixar isso de lado e nao interferir, para que nao houvesse interferencia aqui, graças a isso, muitas missões que antes o sul se arriscava a pegar, foram dadas a nós pelo proprio conselho de Ryu, e assim conseguimos prosperar. Porem!

(Maru rola outro pergaminho por cima da mesa, era bem semelhante ao de Jiraiya com mapa e clãs, a diferença estava na quantidade de clãs e onde estavam, era uma grande quantidade, mas Jiraiya notava algumas atualizações como os hyuugas e Sarutobi ao lado dos uchiha o que de fato ainda nao aocntecia e esperava Maru explicar meio já entendendo o que era)

Maru- esse é um mapa de Previsão futura. Cada um de nos possui pelo menos outros 2 clãs parceiros, e assim constituímos oque temos hoje, infelizmente, nem tudo é alegria, como vcs podem ver eu coloquei aqui que os Hyuuga e Sarutobi estão a favor dos uchiha que ja tentaram um acordo de paz conosco uma vez, o que deu a impressão aos Hyuuga e Sarutobi que eles buscam pela paz, e nos pela guerra, na epoca, Shiro estava com muitos problemas administrativos e acabou sendo descuidado e nao tratando a situação como deveria, ainda mais que o nome de Tsurama foi jogado na conversa. Shiro perdeu o controle.

Maru- mas nada do que eu quero dizer tem referencia a isso, todos nos temos um clã de rivalidade maior, assim como os Senju tem os uchihas, e se vc reparar, muitos deles também tem se unido apenas pela finalidade de nao perder força para nos e se prepararem para qualquer investida, essa posição é o X da questão, nos e os Uchihas hoje somos as vilas de maior poder, mas nao necessariamente a melhore estruturada e organizada.

(maru recolhe seu pergaminho e olha para a mesa como se sua mente estivesse indo muito mais alem, e muito mais longe pensando em um coisa que poderia ser muio ruim para qualquer um dos dois)

Maru- não exite apenas 2 vilas com potencial a serem vilas representadas pelo pais, somos ao todo 5 vilas dentro desse pais! e hoje, no meu ponto de vista, a vila da da Maré esta a frente de nós dois! eles já convivem a muito tempo juntos, sao muitos clãs de poucos membros e quase nenhuma genkkai, são fracos, mas são extremamente bem organizados, venho analisando eles a anos, todos os "rejeitos" de clãs sao acolhidos por eles, são focados em missões de baixo nivel mas tem aproximadamente 99% de exito nelas. entendem o risco que seria uma vila assim ter um apoio de um clã Hyuuga, Uchiha ou qualquer outro, seriamos dizimados se eles assim quisessem...
avatar
Jounnin
Jounnin
Mensagens Mensagens : 89
Data de inscrição : 07/05/2018

Vila : Konoha
Idade : 20
Sensei : a definir
Personagem : a definir
Não Selado
Idade Idade : 18

Ficha do Personagem
HP HP:
50/50  (50/50)
Chakra Chakra:
37/39  (37/39)
Stamina Stamina:
0/0  (0/0)
Ver perfil do usuário

Re: Vila

em Qui 27 Set 2018, 8:57 pm
(Jiraiya ficava muito feliz. A vila senju, hoje formada por também e em pé de igualdade por Naras, Yamanakas e Akimichis, mesmo entre os líderes mais antigos, era pautada pelo respeito e pela cordialidade, coisa que no passado dos Senju, já havia sido diferente dentro do próprio clã)

(Com a mesma cortesia, Jiraiya ouvia tanto as palavras do Líder Akimichi, quanto as palavras de seu velho amigo Nara. Ele notava uma certa tensão entre dos demais membros. Talvez eles temessem que a coisa entrasse para a discórdia naquele momento. Talvez fosse um reflexo das reuniões até ali. Jiraiya ouvia também atentamente, até aquele momento. Quando ele nota que era o momento de intervir. O momento de ser líder. Ele precisava recuperar o moral de todos e colocar todas as mentes no em torno do objetivo, não podendo desfocar da solução e não encarar somente o problema. Ele precisava que todos os líderes estivessem com ele. Aqueles de cabeça baixa precisavam se sentir confiantes e não acuados)

- Meus irmãos, eu peço mais uma vez a sua atenção.

(Jiraiya ficava em silêncio, mas sua posição deixava claro que aquele era o momento dele falar. Ele esperava em silêncio até que todos olhassem novamente para ele. As vezes, o silência dizia mais do que gritar de um penhasco. Demora uns instantes, mas o silêncio, fazia com que todos olhassem para Jiraiya, esperando sua reação. Nesse instante, ele começava novamente)

- Meus irmãos, esse conselho existe porque ninguém poderá resolver problema sozinho. Eu peço perdão porque eu me atravessei e não soube conter a minha empolgação em explanar ao nosso mais Experiente e Leal Conselheiro, Akimichi Chouni, uma estratégia ousada, eu reconheço, mas que eu acredito muito.


(Ao chamar o Akimichi de Experiente, demonstrava valorizar sua história. Ao chamá-lo de Leal, Jiraiya reconhecia a qualidade mais feroz dos Akimichi, que era de fato, a sua lealdade. E certamente, isso demonstraria a Akimichi Chouni, que Jiraiya valorizava os esforços feitos por ele para manter a vila Senju protegida)

- Eu pretendia iniciar informando que, o papel dos líderes nominais como me foi incumbido... é o de ser um visionário. E acho que eu tenho essa qualidade. Acredito que seja o caso de meu irmão Nara Aktsumaru. Mas, nenhum visionário chegará a lugar algum, se não tiver a experiência ao seu lado.

- Por isso, eu peço encarecidamente que não se deixem abater pelo debate das ideias. Não estamos aqui nos atacando pessoalmente. Estamos questionando, pois todo questionamento serve para testar se uma estratégia é válida ou não. E eu entendo que Chouni-sama está distribuindo a todos nós, não só a sua sabedoria e experiência, mas transmitindo aquilo que as ruas dirão sobre as decisões que tomarmos aqui. Nenhuma decisão tomada terá efeito se não for aceita por nosso povo. Eu entendo isso, Chouni-sama.

- Mas é por isso que conto com cada um de vocês. Vocês são os porta vozes de seus clãs. O que dizemos dentro destas reuniões é para nossa própria segurança. Não mal nelas. Eu incentivo que todos vocês sejam como Chouni-sama. Pois os questionamentos que ele faz, são os que serão feitos por todos e temos que estar preparados.

(Jiraiya esperava que o brio dos demais Conselheiros fosse renovado e que eles não achassem ruim aquilo. Ele também tentava demonstrar que não estava ofendido e nem se sentia ameaçado por Chouni. Ao contrário, ele demonstrava que respeitava muito o Akimichi. Jiraiya então respondia, agora aos questionamentos deles)

- Chouni-sama, eu não pretendo atribuir a glória do fim da belicosidade ao meu pai. Apenas, registro que ele também teve essa iniciativa. E por uma razão nobre. Eu quero esclarecer que enquanto estive fora, eu fiquei sabendo por fonte certeira que ele está vivo. Sei que ele ter sido salvo por um Uchiha é a mais pura verdade. Por isso, eu entendo que a Iniciativa de Uchiha Chize era também de boa-fé.

- Eu também cometi muitos erros. E sei que a nossa vila e nosso povo não pode mais suportar erros. E eu gostaria de lhes confidenciar algumas coisas, em especial algo que lhes deve criar muita curiosidade. Por que eu não voltei antes? Mas, para contar isso, preciso de sua confidencialidade.


(Jiraiya contava com a confidencialidade de seu conselho, mas também já não ligava mais se a informação fosse espalhada. Por isso ele a diria)

- Eu tive de fazer uma escolha que encheu meu coração de amargura por um tempo... Senhores, eu não posso dizer que me julgava um ninja fraco. Mas, todos vocês são testemunhas de que sempre preguei a paz. Isso, inclusive, me foi a causa de muitos problemas na época em que eu era ainda mais jovem. Tsurama-otou-sama me censurou diversas vezes. Chouni-sama é daquela época e certamente lembra disso.

- Mas, eu fui fiel ao meu pai. Antes da missão em que fui dado como morto, ele me confiou uma missão que me obrigou a ir contra todos os meus códigos pessoais de conduta. Contra a minha própria honra... Shiro é testemunha disso, pois foi ele quem me transmitiu a mensagem de meu pai. Se for mentira, Shiroshi-san, me desmascare!

- Após muita reflexão, eu aceitei a missão. Vocês, hoje, também devem saber. Jamais me orgulharei dessa missão.

- Vocês lembram do antigo líder Hoozuki, Juugetsu. Ele era muito inteligente e forte. A organização promovido por Ryuugestu e que HOJE nos dá problemas, embora com algumas diferenças, foi planejada por aquele velho. Ele estava formalizando um acordo com o clã Kaguya e com essa aliança, poderia formar uma vila poderosa. Este mesmo conselho considerou que... considerou que isso não podia acontecer.


(Jiraiya olhava para Chouni. Ele com certeza havia participado da deliberação.)

- a missão que me foi confiada foi que Juugestu não deveria continuar vivo. E nem poderia formalizar aliança com os Kaguya. Um ponto de encontro foi definido. Estariam presentes Juugestu e seus aliados e alguns emissários do clá Kaguya. Eu deveria evitar tudo. E deveria fazer tudo isso sozinho, pois era impossível passar despercebido um grande grupo nos pais da água.

- Repito. Qual era a minha insígnia? Jiraiya, aquele que não mata. Mas, a minha missão foi matar. Matar um velho, que era poderoso.

- Pela ordem que me foi dada pelo Clá Senju, na pessoa de meu pai, eu joguei todos os meus escrúpulos no lixo e toda a minha história construída e a minha própria honra. E cumpri a minha missão. Haviam seis ninjas no local. Três Kaguyas, Juugestu, um Hoshigaki e... e Hoozuki Ryuugestu, atual Mizukage do país da Água.

- Eu consegui acabar com a aliança, que só foi refeita recentemente e isso dificultou a criação da vila para Ryuugetsu. E consegui eliminar Hoozuki Juugestu. Mas, antes de morrer, ele amaldiçoou Ryuugestu e eu. A maldição era uma barreira da qual apenas um de nós sairia vivo.

- Após um breve combate com Ryuugestu-san, nós dois eramos muito novos. E decidimos que já bastava de ordens para matar. Por que nós estavamos nos matando, sendo que nem eu e nem ele sabiamos um por que? Nós criamos um plano para burlar a barreira. Mas, só eu sabia melhor como tentar executá-lo. Depois me contaram, meu plano deu certo. A barreira foi desativada... mas eu, Jiraiya, errei na execução do plano. E ao executá-lo, eu acabei... me matando.


(A frase final de Jiraiya daria um impacto. Ele não sabia se seu pai havia contado essa história e se algum deles sabia, exceto Shiroshi. Após a pausa breve, Jiraiya voltava a contar)

- Ryuugestu-san não era médico... ele não sabia o que fazer. E nem eu saberia, se ele tivesse executado o plano. Mas, eu e ele sabiamos do risco e o assumimos. Antes de executar esse plano, Ryuugestu e eu fizemos um pacto: se ele se tornasse líder do país do sul, ele não mais interferiria no país do fogo, acontecesse o que acontecesse. E, se eu sobrevivesse apenas e me tornasse líder, não mais interfeririamos no país da água. E, principalmente, se nós dois sobrevivessemos... então, nos esforçaríamos para que nunca mais houvesse belicosidade entre o clã Senju e os clãs do país da água, em especial o Hoozuki.

- Sim, senhores. O Ryuugestu que é idolatrado pelo país da água e hoje é um grande líder... para o jeito que ele é hoje, nasceu diante dos meus olhos, há cinco anos atrás.

- Eu estava 'morto' mesmo. Mas, o destino não havia sido selado ainda para mim. O mais improvável de todos os acontecimentos, aconteceu naquele dia... acredito que mais da metade de vocês, talvez nunca tenha sequer ouvido falar deles., mas eu fui salvo por um famoso cidadão de Myoboku-zan, a grandiosa Terra do Sapos...


(Essa frase certamente impactaria em pelo menos metade dos conselheiros. A existência dos Myoboku-zan era tida como lenda por muitos, mas era uma lenda razoalvelmente famosa. Jiraiya mantinha por alguns instante parado e fechava seus olhos. Naquele momento, todos percebiam que a aparência de Jiraiya mudava, seu olhos ficavam com marcas laranjas e todos sentiam que o poder de Jiraiya não era uma brincadeira. Mas, daquele chackra poderoso que podia sentir o chackra de todos ali, emanava um calor e um receptividade e não medo ou agressão. Era possível perceber que Jiraiya acreditava de verdade em todas as palavras que ele havia dito. Ele abria os seus olhos, em meio ao impacto. Alguns já haviam ouvido falar. Outros não.)

- A chance, meus irmãos, de um ser humano ser salvo e encontrado por um Gama Sennin passeando fora de Myoboku-zan e, mais, de ele ser levado para tal terra... é de uma, a cada mil anos... E foi que me impediu de voltar antes. Eu não estive parado. Como vocês podem sentir, eu não podia voltar embora, por que precisava dominar o poder dos Sapos e me tonar um Gamma Sennin. E, hoje, sou um Eremita. E lá, recebi profecias, que não vou adentrar no mérito, mas eu tive de cumpri-las... se quisesse que vocês estivessem aqui para falar comigo. E, o custo de meu treino e silêncio, forma a sanidade de meu pai.

- Eu tive de optar por não contar ao mundo da minha vida... para que as profecias desagradáveis não ocorressem. No começo, fiquei receosos. Mas quando eu cumpri com as condições e os resultados prometidos passaram a ocorrer, eu comecei a fazê-los cada vez mais... e tudo o que fiz, sabendo vocês aqui ou não, sempre foi pensando no futuro, na paz e na prosperidade de nosso povo.


(Jiraiya contava sua históra para mostrar que não lhes escondia nada. E também para, ao final, poder contrapor a fala de Chouni-sama. Ele havia entendido da explanação de Maru, que se Chouni viesse para o lado de Jiraiya, ninguém mais se oporia. Ele olhava com sinceridade amizade em seu olhar firme para Chouni)

- Chouni-sama, da mesma forma como pediu, também peço a sua licença para fazer um colocação. Meu pai sumiu e abandonou vocês. E isso foi responsabilidade minha. Mas, eu tenho que discordar do você quando você diz que não é por que eu 'retornei agora' que as coisas vão milagrosamente mudar do nada. Não porque eu ache que as coisas vão mudar do nada por mim...

(Jiraiya pausava, pois ele não gostava de se gloriar. Mas, naquele momento, era necessário. Ele pigarreava, antes de continuar)

- Mas, sim por que embora eu tenha 'voltado' aqui somente agora... as coisas vão mudar não porque eu passei 5 anos preparando essas mudanças e tendo participação direta para as mudanças ocorridas para o nosso povo. A única coisa, é que ninguém estava sabendo, pois eu estava agindo no anonimato... ou seja, não é por que ninguém estava sabendo, que eu não estava agindo... vou lhes provar isso.

(Ele olhava para Shiroshi, mais uma vez)

- Shiroshi-san... você estava com meu pai, quando Ryyugestu veio com uma comissão, prestar condolências e informar meu pai da minha morte. Você se lembra que nesse momento, Ryuugetsu se comprometeu a não mais interferir aqui, desde que não mais houvesse intereferência lá.... Agora, lhes pergunto: Se Ryuugestu houvesse manejado seus homens para criar o caos aqui, como as coisas estariam? O que o levou a aceitar paz a um clã que de uma hora para outra perdeu seu líder e o seu sucessor esperado?


(Jiraiya deixava aquilo nas entrelinhas)

- O fato é que Ryuugestu veio até aqui e a paz que ele firmou e prometeu, e todas as missões que o país da água não aceitou recomendando a nós... ele só fez isso, por que havia prometido para mim. Embora eu não tenha contado a ele que fiquei vivo, acredito que estou em ótimos termos com o novo líder do país da água... e essa relação, ninguém mais tem. Então, a paz e colaboração de Ryuugestu, do pais da água, pode ser atribuída a minha insistência em não desistir de um mundo de paz...

- é por isso que eu acredito na nossa união com todos os clãs e que essa é política que nos levará ao topo do mundo. Pois a política de Ryuugestu, antes de ser só dele, foi também a minha. E se consegui isso até de um estrageiro, cujo mestre havia de morrer e que nunca havia conversado antes ... eu não vejo por que não podemos conseguir muito com os Uchiha, que há alguns anos, seja qual for a razão, já vem dando sinais de que desejam uma aliança.


(Jiraiya demonstrava toda a sua autoconfiança e demosntrava que ele havia feito coisas pelo clã nas sombras e que ele havia se tornado um eremita nesses anos. Algo que só se houvia falar em lendas. Era para demosntrar que Jiraiya possuia agora, não somente os ideiais, mas também a força para proteger o povo e essa paz e união que ele defendia. Ele jovava limpo, demosntrando que não havia apenas retornado, mas que havia retornado com um proposito. Ele, ao final, não ignoraria a fala de Maru. E com certeza, Ele sabia disso)

- Perdão, Akstumaru-sama, por demorar a falar sobre suas informações e dados, mas não esqueci. Muito obrigado por sua imprescindível colaboração.

- Meus irmãos, com tudo isso que lhes confidenciei sobre a minha história...


(ele pegava o mapa e mostrava a todos)

- os valiosos dados trazidos pela inteligência do Clã Nara, não vão em outra direção, senão àquele que lhes falei... além do risco internacional, que é a falta de capacidade de os clãs individualmente terem sucesso em face do aglomerado de poder do país da água, não há nenhuma garantia que a vila Senju ou Uchiha seriam as únicas que poderiam levar esse título.

- Se dos clãs nobres, Hyuuga ou Sarutobi, alguns deles apoiar a Vila da Maré... lá poderá ser a capital. E poder será deslocado para eles. Aliás, isso faria muito sentido, pois o Senhor do Fogo não estaria privilegiando nenhum dos dois grandes clãs... e aí, teríamos de nos contentar com isso... e acabaríamos tendo de nos unir ao Uchiha, sob o comando da vila da maré... ou provocar um banho de sangue sem sentido por vingança.

- Se essas são as opções, eu digo que é melhor nós tomarmos a dianteira e seguir com o NOSSO Plano (Jiraiya estendia a eles a autoria, para que pudessem contar aos seus clãs), com ajustes em destalhes a serem definidos por nós, para propor a paz e a união com o Uchiha, para que Senjus e Uchihas assumam o protagonismo da PAZ e UNIÃO, e com isso, possamos receber a outorga de poder militar do Senhor do Fogo.

- Sei que há muitos detalhes a serem discutidos... e muitos detalhes precisarão de definições, como quem será o líder. E tenho propostas. Mas não temos como entrar nesse pormenores, se não tivermos um acordo quanto ao geral, que é optar pelo caminho da paz e da união.

- acima de tudo, saibam que eu Senju Jiraiya, assumirei sozinho qualquer responsabilidade pelo fracasso do plano que propus e me sujeitarei a qualquer decisão desse conselho, caso eu falhe!


(Jiraiya dava uma pequena pausa. Ele olhava agora para Chouni e dizia, também com respeito e educação)

- Mas, o que eu digo não é verdade absoluta. Chouni-sama, sendo o primeiro membro a minha direita, será o primeiro a falar. Vamos seguir uma sequência apenas para que todos tenham vez.

- Na sequência, cada um de vocês, até chegar a mim novamente. Nós todos somos todo ouvido para sua sabedoria e experiência, Chouni-sama. Se você discorda da minha proposta e possui um saída que julgue melhor, por favor, nos exponha para que possamos conhecê-la.


(Jiraiya dava uma aula de como liderar. Ele enchia a bola do Akimichi. E acreditava na lealdade dele. Mas era muito fácil por defeito no plano dos Outros. Jiraiya havia defendido sua honra, demonstrado que tinha força, muito mais do que antes, que havia feito muito pelo Senju e aliados, mesmo sumido e que estava em boas relações com o atual maior líder do mundo. Agora, ele devolvia a palvra para todos, em especial para Akimichi Chouni. Não é que Jiraiya quisesse ferrar com ele, mas se ele tivesse uma ideia realmente melhor que a Jiraiya, o Senju realmente queria ouvir. E com todos os fatos já narrados, ficava muito dificil alguém propor a belicosidade. Em resumo, Jiraiya dava todas as portas para Chouni se juntar a ele e ser um dos conselheiros mais avançados de sua época, corajoso e tomando parte numa decisão que revolucionaria o mundo atual. Ou, ser conservador e ter que tentar ir contra o Shinobi que estava a sua frente, transparente e cheio de energia e cuja proposta ampiava os horizontes do Senju, do Uchuiha e do pais do fogo em geral. Se o Akimichi realmente insistisse em eventualmente atacar o plano sem fundamentos ou não tivesse um plano melhor, ele criaria antipatia com os demais Conselheiros e isso resultaria no sucesso de Jiraiya. Se ele tomasse o lado de Jiraiya, com certeza o Akimichi seria bem visto por todos os conselheiros e com isso, não haveriam rusgas, mas todos estariam dentro de copor e alma. com certeza, era o resultado que Jiraiya mais desejava)

*Vamos lá, Chouni-sama... não seja como os antigos. Seja um inovador. Sua aprovação traz a chance máxima de sucesso desse plano*

(Ele com simpatia cedia a palavra)

- Chouni-sama, a palavra é sua.
avatar
Nukenin
Nukenin
Mensagens Mensagens : 357
Data de inscrição : 09/02/2014

Vila : ??
Idade : 14
Sensei : ??
Personagem : num sei ainda nao entendi muito bem
Não Selado
Idade Idade : 18

Ficha do Personagem
HP HP:
0/0  (0/0)
Chakra Chakra:
0/0  (0/0)
Stamina Stamina:
0/0  (0/0)
Ver perfil do usuário

Re: Vila

em Qui 27 Set 2018, 10:10 pm
(Chouni Se levantava, rapidamente puxava um pequeno fio em suas costas que desarmava suas ferramentas e deixava sua armadura cair, ela era pesada e resistente, assim como barulhenta quando caia ao chão, ele incha os pulmões e caminhava ate Jiraiya, besteira nao dizer que isso era no minimo curioso e para muitos ameaçador, pois o akimichi era realmente forte e grande, ele para a frente de Jiraiya ajoelha-se e saca rapidamente um kunai colocando a ponta em seu proprio pescoço)


Chouni- Eu akimichi Chouni, lider dos akimichi, digo para que todos aqui entendam, Uchihas são traiçoeiros, eles não vão pensar duas vezes se a oportunidade surgir! não é algo que seja de todos eles, mas o oportunismo corre em seu sangue mais do que nos demais.

(Chouni pega a mão de Jiraiya e o faz segurar a Kunai proximo ao pescoço do akimichi, que mesmo ajoelhado estava quase da altura do Senju)

Chouni- Me mate! quero que prove que aprendeu a lição que seu pai lhe ensinou!

(Todos estavam perplexos com a atitude de Chouni, ele era de longe o cara mais louco ali naquela sala, mas muitos ja questionavam sua integridade mental, dizem que ele sempre esteve em meio a guerras, e tinha um corpo cheio e marcas para provar isso)
avatar
Jounnin
Jounnin
Mensagens Mensagens : 89
Data de inscrição : 07/05/2018

Vila : Konoha
Idade : 20
Sensei : a definir
Personagem : a definir
Não Selado
Idade Idade : 18

Ficha do Personagem
HP HP:
50/50  (50/50)
Chakra Chakra:
37/39  (37/39)
Stamina Stamina:
0/0  (0/0)
Ver perfil do usuário

Re: Vila

em Sex 28 Set 2018, 12:07 am
(No instante que Chouni pegava a mão de Jiraiya, sem que nem ele e nem ninguém percebesse, uma marca corria para o corpo dele. Jiraiya não queria fazer nada. Mas ele não podia correr riscos desnecessários naquele momento. O Akimichi estava seguindo uma linha perigosa. Jiraiya permanecia sentado. Ele tentava entender a moral da história de Chouni. Olhava para os demais Conselheiros para estudar as reações deles.)

(Por fim, olhava firme para Maru. Ele conhecia as técnicas Nara. E confiava nele para impedir algum ataque do Akimichi. Mas Jiraiya não queria acreditar que seu Conselheiro Akimichi fosse fazer isso.)

*Entendo... ele tenta me colocar numa situação difícil... para ver como eu vou reagir nelas. Acredito que ele esteja agindo por conta própria, mas não deve estar com apoio da maioria. A maioria e mais jovem, deve seguir Akatsumaru-sama. Preciso contar com ele para definir essa parada. Chouni não irá mudar de uma hora para a outra... mas preciso do voto de confiança dele. Essa discussão não pode se estender*

- A lição que meu Pai me ensinou?

- Meu pai me ensinou muitas... mas última lição que eu aprendi foi que matar, não importam as circunstâncias, provoca reações nas outras pessoas. Não importa se achamos que estamos certos, se temos a razão ou não.

- Levante-se, Chouni-sama. Eu não irei e nem faz sentido te matar. Como os Akimichi receberiam essa informação? "Senju Jiraiya matou o líder Akimichi, o mais experiente membro de seu conselho, apenas para provar um ponto?" Não quer ouvir primeiro o que seus irmãos pensam?


(Ele observava o conselho)

- Você tem razão em um ponto, Chouni. O oportunismo e a traíção existem... mas eu discordo de você que isso tenha a ver com o sangue Uchiha.

- Pelo contrário, eu acredito que isto tem a ver com a educação e a criação das pessoas.

- Aktsumaru-sama, sem sombra de dúvidas, você que é o destaque dentre todos os Nara, me corrija se a minha premissa estiver equivocada.

- O oportunismo e a traição tem duas formas de ocorrer. Uma é a pessoal. Essa, como disse Chouni, está ligada à índole da pessoa. Ela o faz por razões que nós outros não temos como entender.

- O oportunismo coletivo, já é diferente. Ele precisa de organização. E as pessoas precisam colaborar para isso. Mas, para exista esse tipo de oportunismo e traíção, essas pessoas que querem se aproveitar precisam receber em troca alguma vantagem, algo que lhes aproveite.

- A diferençá é que, com a primeira, nem nós e nem ninguém pode fazer nada. Esse tipo de pessoa não é exclusividade de nenhum lugar. Poder existir em todos os lugares. A segunda, só pode existir se NÓS permitirmos a criação de segregação entre o grupo que irá 'se beneficiar' do oportunismo. Percebem que a raiz da palavra 'oportunismo' vem de oportunidade. E a oportunidade para o mal, se tem lugar se nós mesmos criarmos uma situação, onde agir dessa forma seja visto como um vantagem.

- Um tratado de paz, união e cooperação... começa como uma escada. Um degrau de cada vez. E a confiança vai subindo, a medida que ambos vão cumprindo seus papéis e colaborando para que seja mais vantajoso todos estarem juntos do que estarem separados.

- Em resumo, acredito que o que eu quis dizer a todos vocês é que: Do jeito que a coisa veio até hoje, a coisa não irá melhorar. E há muitas chances de piorar. Se uma união com os Uchihas vai funcionar... só saberemos se der uma chance. Se tentarmos... e, ao tomar a iniciativa de propor a paz, caso ela seja rompida por eles, Hyuugas, Sarutobis e demais clãs muito provavelmente nos apoiarão. Se e somente se souberem que nós nos dispusemos a aliança e a paz. Hoje, a visão que esses clãs tem... é de que nós representamos o conservadorismo, que não queremos ceder. Muitos nos vêem como o entrave que impede o crescimento. E, contrário, veêm na liderança da Fantasmo Branco e nos Uchiha, a centelha da paz. Tudo nos indica que tentar e propor a paz é o único caminho para retirarmos esse pesado cunho que hoje temos sobre nós e o único caminho que nos dará chances, seja se a união entre os clãs der certo... seja se ela der errado. Temos que fazer diferente. Temos que arriscar.


(Ele percebia que os demais membros não haviam se manifestado até então. Estava em prontidão para caso Chouni enlouquecesse. Ele então, decide passar a palavra àquele que julgava ser o mais inteligente de todos ali. Jiraiya sabia que Akatsumaru era ponderado e que a maioria dos líderes, inclusive os Akimichi ouviam ele.)

- Akatsumaru-sama, o que você pensa sobre isso tudo? Acredita que precisamos fazer algo nesse sentido, darmos os primeiros passos no sentido de uma união... ou você sugeriu que nós nos aliássemos ao povoado das marés? Concorda com algo do que dissemos até agora? Se alguém mais quiser pontuar algo, sintam-se livres para falar.

(Jiraiya esperava que o Akimichi diminuisse um pouco a intensidade e ouvisse o que Maru iria dizer. Até porque Jiraiya acreditava que ele era o ponto central daquele grupo e que a maioria seguiria a opinião dele. Em verdade, até mesmo Jiraiya sabia que poderia mudar algumas opiniões se o Nara fosse muito contrário a sua proposta. Isso porque não era nenhuma novidade que ele era um gênio e muito ponderado.)


Teste nin para marcaçao. 3 sucessos.[/color]


Última edição por Jiraiya em Sex 28 Set 2018, 11:39 am, editado 4 vez(es)
avatar
Sábio dos Animes
Mensagens Mensagens : 2994
Data de inscrição : 22/11/2009

Vila : Konoha
Idade : 26
Sensei : Uzumaki Naruto
Time : ANBU Lider
Kekkei Genkai : (ainda não descoberto)
Personagem : -
-Namikase Minato
-Uzumaki Naruto
-Uchiha Sasuke
Observações : -
Observações:

Mestiço Uchiha
jinchurikin: Yonbi

Pontos:
Destreza=30
Mente=33
Força=32
Espirito=65

Armas Lendaria:
Hiraishin no Jutsu (Tecnica do Deus Voador do Trovão)
Rank: A
Selos: Não tem, requer uso de "tags" especiais
Descrição: um ninpuu desenvolvido pelo Yondime Hokage que permitia a Minato deslocar-se a uma grande velocidade para qualquer localização, Essa técnica deu ao Yondaime Hokage o apelido de Relâmpago Dourado de Konoha, graças ao seu cabelo amarelo e sua velocidade ao movimentar-se. Primeiro Minato deve marcar o lugar onde ele quer aparecer com uma marca e quase que instantaneamente ele viaja para o lugar marcado, quase que como se fosse um jutsu de invocação. No caso do Yondaime Hokage, é usada uma kunai com a marca desenhada.

Eu e Meu Amor:

Não Selado
Idade Idade : 28

Ficha do Personagem
HP HP:
3980/3980  (3980/3980)
Chakra Chakra:
6980/6980  (6980/6980)
Stamina Stamina:
4320/4320  (4320/4320)
Ver perfil do usuário

Re: Vila

em Sex 28 Set 2018, 12:07 am
O membro 'Jiraiya' realizou a seguinte ação: Lançar Dados


'd10' : 3, 1, 4, 8, 10, 9, 4, 3, 1, 8, 5, 1, 2, 9, 10
avatar
Nukenin
Nukenin
Mensagens Mensagens : 357
Data de inscrição : 09/02/2014

Vila : ??
Idade : 14
Sensei : ??
Personagem : num sei ainda nao entendi muito bem
Não Selado
Idade Idade : 18

Ficha do Personagem
HP HP:
0/0  (0/0)
Chakra Chakra:
0/0  (0/0)
Stamina Stamina:
0/0  (0/0)
Ver perfil do usuário

Re: Vila

em Sex 28 Set 2018, 12:12 pm
(chouni fechava seus olhos como um lamento e, em seguida levantava e caminhava de volta para sua cadeira mas ficando atras dela e nao se sentando)

Chouni- Ei sei qual é a opnião de todo mundo aqui JIriaya, sei que todos compactuam com a sua ideologia, a mesma que eu mesmo aprovei quando seu pai decidiu a trégua contra os uchihas duraria ate que eles fizessem algo que nos interferissem, mas naquela epoca, Senju e o restante de nos nao eram uma só vila, isso é rescente e com isso meu clã foi boicotado algumas vezes, era normal, o mundo precisava disso, se alguem contrata ninja para ataque, outros contratam para defesa, uma balança justa, e com os Senju fora dos combates Uchihas, sobrou muito para nos. Tivemos muitas perdas.

Chouni - vc pode achar que seu pai lhe deu aquela missão de sua morte por um simples capricho, mas todos os lideres dos clãs aqui presente hoje, o alertaram sobre matar Juugetsu, isso poderia ter trazido uma guerra de outro continente por causa de uma futura ameaça. O pai de maru mesmo disse que quando ele atingisse o que queria, talvez fosse velho de mais para ser uma ameça, de ideais fragilizados e nova ordem. Mas seu pai foi incorruptível quanto a isso e deu a ordem para o unico que ele sabia que não iria rejeitar. A ultima lição de seu pai meu jovem, caso vc nao tenha entendido, é que, as vezes, mesmo que tudo seja contra, ou que tudo vá contra seus princípios, vc precisa fazer!

(Chouni recolhia sua armadura e colocava apoiada nas costas segurando com uma das mãos)

Chouni- Eu lhe enfrentei, e ja havia deixado claro ao meu clã que faria isso, queria ver ate onde chega a sua vontade, e de duas uma, ou eu estou velho de mais para tomar conta das coisas, ou vc ainda nao esta pronto assim como Shiro nao estava.

(Maru que estava o tempo todo com os olho a mostra mas com as mãos apoiadas a mesa tampando sua boca, saca um argumento ferrenho que espanta a todo)

Maru- Vc esta velho de mais! e de todos os clãs aqui presente, os Akimichi são uns do mais fortes, vcs são nossas defesas e ataques, porém, nao estamos atacando e defendendo nada a um bom tempo, mas seu pensamento conservador atrapalha o crescimento de seu clã, me desculpe Chouni-chan, mas de acordo com todos os pontos em que procurei vc tem sido a pedra que segura seu clã estagnado no momento, assim quando meu pai que descanse em paz, renunciou, o ultimo de sua época, ele ja imaginava que vc faria o mesmo. Mas vc perdura..

Maru- Gosto muito da sua companhia, gosto e as vezes precisamos de seus conselhos conservadores, mas, o que estamos tratando aqui vai muito alem de Senju(s), Nara(s), Akimichi(s) ou Uchiha(s), isso é o nosso futuro, e se vc quer mesmo minha opinião, eu prefiro estar do lado folgado, estruturado e rico da mesa, pois a outra ponta vai dar muito trabalho.

(chouni fica calado e olha para Maru, depois para cada um dos outros lideres que o encaram normalmente sem ameaça ou medo, Chouni então nota que de fato ele era o único velho na mesa, os demais estavam entre 18 e 40 anos, ele então se senta e fala em um tom neutro)

Chouni- Os Akimichi vão apoiar, como sempre fizemos.
avatar
Jounnin
Jounnin
Mensagens Mensagens : 89
Data de inscrição : 07/05/2018

Vila : Konoha
Idade : 20
Sensei : a definir
Personagem : a definir
Não Selado
Idade Idade : 18

Ficha do Personagem
HP HP:
50/50  (50/50)
Chakra Chakra:
37/39  (37/39)
Stamina Stamina:
0/0  (0/0)
Ver perfil do usuário

Re: Vila

em Sex 28 Set 2018, 1:19 pm
(Jiraiya notava o desenrolar dos fatos. Chouni era apenas de uma antiga época. A lealdade do Akimichi não seria manchada. A fala final dele era dura. Mas era mais sensata, pois ele estava dando opções. Jiraiya nota que era o momento de deixar os outros falarem. E Maru era quem tomava a frente disso. E ele não fora nada conservador nas suas palavras. Jiraiya ficava feliz por interpretar certo. Talvez o líder devesse mesmo ser Maru.)

*Maru seria o melhor líder de todos... uma pena que, ele provavelmente não tenha nenhum interesse por isso acabaria com as chances dele descansar e fazer nada...*

(Jiraiya dava um pequeno sorriso internamente. Ele então tomava a palavra novamente)

- Obrigado, Aktsumaru-sama. Obrigado, Chouni-sama. Obrigado a todos vocês;

- Acredito que sua lição se aplique exatamente agora... talvez eu não esteja pronto mesmo. Talvez nenhum de nós jamais esteja pronto. Mas, não temos opção. Somos nós que estamos aqui e temos que fazer algo. E confio que estamos indo na direção certa.

- Meus irmãos, se estivermos todos de acordo, eu quero primeiramente agradecer todos vocês pela confiança que estão depositando em mim, especialmente em um tempo tão conturbado. Sei que não

- considerando o que decidimos sobre nossa política externa, peço que façamos na sequência uma reunião especial a fim de tratarmos de nossa política interna de igualdade. Respeitadas as particularidades e tradições de cada um dos integrantes que hoje são nosso povo, precisamos estabelecer uma política para que ninguém venha a sofrer prejuízos. Não podemos permitir que haja qualquer tipo de boicote e, nem devem existir privilégios de uns sobre os outros. Mas, isso fica para depois. Pedirei que seja marcada uma reunião para definir isso.

- Por hora, passo a expor o plano e as situações... sintam-se a vontade para acrescentar itens...

(Jiraiya falava e escrevia ao mesmo tempo num grande pergaminho a sua frente)

1) Problema nº 1: Dificuldades em formar novas alianças
2) Possível apoio dos Hyuugas e Sarutobis ao clã Uchiha;

(Jiraiya desenhava uma chave nesses dois problemas, e escrevia atrás)

- CAUSA: "visão externa de que a Vila Senju não quer aceitar um cooperação".

(Ele mudava para outra coluna)

-SOLUÇÕES:
1) Aceitarmos um contato e um concílio pela paz - JÁ DEFINIDO E DECIDIDO;
2) Tomar a iniciativa de propor a reaproximação - JÁ DEFINIDO E DECIDIDO;

- Isso é o que decidimos até o momento. Se vamos aceitar um concílio e uma paz, também precisamos decidir como fazer isso. É claro que há a necessidade de fazer uma comunicação formal. Mas, se comunicarmos apenas o Uchiha, não vamos conseguir que os outros clãs fiquem sabendo que estamos tomando essa decisão.

- eu tenho uma sugestão que acho que podemos aproveitar e também, trará o melhor resutlado!

(Todos notavam que Jiraiya estava empolgado, embora contivesse sua euforia)

- Após esta reunião do Conselho, já está convocada a cerimônia de apresentação e posse do novo líder Senju. Eu tomei a liberdade de pedir ao Shiro-san que convocasse a imprensa nacional e até algumas internacionais para cobrir esse evento, mesmo que houvesse algum custo aceitável.

- explico o porquê e, não, não é pela minha glória, fiquem tranquilos.

- Essa visão de que o nosso lado da balança é o que está segurando a evolução me fez perceber em minhas viagens, que embora não signifique que as pessoas nos admirem, mas fez com elas vejam com atenção tudo o que o Senju faz... pois, a depender do que fazemos... bom, isso pode provocar reações das mais diversas. E ultimamente, sob a liderança de Shiro-san, havia assentado-se que, embora não estivéssemos dispostos a uma união, pelo menos não haveria belicosidade.

- Essa mudança de Liderança é algo que chama a atenção por dois motivos. A primeira, é justamente que com a mudança... as pessoas ficam temerosas de saber o que vamos fazer, como a nossa vila vai reagir. Gera um curiosidade. Então, ganhamos visibilidade. Todos vão querer saber o que decidimos... e como vai ser a gestão, pois eles podem acabar sofrendo reflexos disso. Se não somos o centro do mundo... ainda somos uma grande parcela.

- O segunda razão é que a liderança acaba de ser transmitida para alguém que... bom, para alguém todo mundo já havia dado como MORTO e enterrado. Seja como for, isso é algo que chama a atenção por ser curioso, algo incomum.

- E foi por isso que pedi a presença da imprensa. Mas, é claro, só vamos prosseguir, com o que nós aprovarmos aqui.

(Jiraiya dava um fôlego para ver se todos estavam acompanhando e prosseguia)

- Como de praxe numa posse, eu agradecerei. E na sequência falarei sobre o que e como vamos agir daqui para frente. Isso será dito ao nosso povo. Aqui é que reside a grande oportunidade. Ao falar para nosso povo, incluiremos uma mensagem aos demais clãs do país do fogo e até internacional.

- A mensagem é que de nós, o Conselho da Vila, reunidos e como primeira medida, estamos aceitando dar um passo, subir um novo degrau em direção ao crescimento, a paz e a união dos povos e clãs do país do fogo, que a decisão unânime de todos foi por isto.

- Nesse momento, eu tomarei a liberdade de contar que para a paz, precisamos dar o exemplo. E que o maior exemplo que podemos dar é aceitarmos dialogar com o clã Uchiha, que historicamente foi com quem mais tivemos conflito, para entabularmos um acordo de paz e cooperação. Talvez nem todo mundo veja, mas em dois dias, o mundo todo terá essa informação e ela acabará chegando ao conhecimento de todos os líderes.

- Com essa forma, em apenas dois dias, todos os clãs estarão de olho para saber o que vai acontecer. E todos estarão sabendo que a Vila Senju está disposta ao crescimento, a união e à Paz. Isso vai afastar as dúvidas de todos com relação ao pesado cunho de 'atrasadores' da evolução.

- Essa medida tem o potencial mais rápido e eficaz, ao meu ver, de evitar que qualquer aliança com finalidades 'polarizadoras' sejam firmadas, pois acredito que todos os líderes dos demais clãs estarão interessados em tomar suas decisões após um eventual concílio com o Clã Uchiha e seus aliados. Eles vão querer esperar esse desfecho.

- E ao mesmo tempo, estaremos limpando do passado o ocorrido. Pois estaremos indo à público para dizer que queremos a paz. Então, acho que a Fantasma Branco, seu irmão e os Uchiha em si, não irão se opor a pelo menos um concílio. E para esse concílio, sugiro, é claro, um território neutro e que participem apenas dois ou três integrante de cada lado.

- Por fim, sei que é tradicional o novo líder subir ao parlatório sozinho ou acompanhado apenas de um dos representantes do Conselho... mas, como queremos demonstrar que essa não é uma decisão isolada de um novo líder ignorando a sua realidade, mas sim uma aprovada pelos líderes de todos os clãs, gostaria de pedir licença para quebrar os protocolos e pedir que todos vocês estivessem lá comigo. Devemos liderar e governar para o povo e para todos.

- Passemos as decisões: A primeira, é se concordam com esse o discurso de posse. Caso aprovado, decidiremos se esse discurso e proposta serão aprovados. Também haverá espaço para inclusão de outras pautas ou assuntos que julguem importantes.

- Caso o discurso não seja aprovado, precisaremos então de outras opções e serei todo ouvidos.

(Jiraiya observava seu conselho esperando avidamente por suas sugestões e considerações. Ele confiava que os demais conselheiros agora teriam também considerações a fazer, superada a fase inicial. Jiraiya fazia questão de transparecer que sua ideias não era fechadas, mas que ele dava os pontapés iniciais na esperança de que isso despertasse as ideias dos demais membros)
avatar
Nukenin
Nukenin
Mensagens Mensagens : 357
Data de inscrição : 09/02/2014

Vila : ??
Idade : 14
Sensei : ??
Personagem : num sei ainda nao entendi muito bem
Não Selado
Idade Idade : 18

Ficha do Personagem
HP HP:
0/0  (0/0)
Chakra Chakra:
0/0  (0/0)
Stamina Stamina:
0/0  (0/0)
Ver perfil do usuário

Re: Vila

em Sex 28 Set 2018, 1:44 pm
(ninguem se opunha ao que Jiraya falava, todo pareciam concordar mas Maru também falava)

Maru-Apenas vc e mais um! na nossa situação atual nao podemos deixar que todos os lideres saiam para um local neutro, vc é nosso novo lider, sendo assim o porta voz da vila, deve ir com mais alguem de sua escolha, ode demais ficam para garantir a ordem aqui dentro coisas que nao esta muito simples.


(ninguem se opunha a Maru também, e Jiraiya entendia que toda sua decisão era aprovada, exceto a do encontro)
avatar
Jounnin
Jounnin
Mensagens Mensagens : 89
Data de inscrição : 07/05/2018

Vila : Konoha
Idade : 20
Sensei : a definir
Personagem : a definir
Não Selado
Idade Idade : 18

Ficha do Personagem
HP HP:
50/50  (50/50)
Chakra Chakra:
37/39  (37/39)
Stamina Stamina:
0/0  (0/0)
Ver perfil do usuário

The New World Proposal Speech

em Sex 28 Set 2018, 3:19 pm
INSPIRAÇÃO PARA ESSE POST:

(O tempo passava depressa. Mas naquele momento, parecia transcorrer muito lentamente. A adrenalina de Jiraiya havia subido a mil. Rever Shiro. Rever Maru. Rever a todos no clã. Haviam evoluído e crescido tanto. Aqueles momentos despertavam o lado reflexivo de Jiraiya, lado que havia se potencializado no mundo dos Sapos. Jiriya ainda era Jovem. Tinha apenas 20 anos. Mas tanta coisa havia acontecido nos últimos 5. A única coisa que não havia ocorrido, era o que era comum antes: o ato de voltar para casa. E nessa volta, ele participara de uma agitada reunião com o Conselho, como líder)

(Não havia sido melhor e nem pior que antes. Havia sido apenas muito diferente. A fortaleza do Senju, Tsurama, seu pai, não mais lá estava. Jiraiya entendia a profecia do ancião. Ele não podia imterferir... e se interferisse antes do prazo de 5 anos, o futuro do mundo seguiria com certeza o caminho da aniquilação recíproca. Não era que o caminho seria de flores. Mas, com o prazo transcorrido, havia chances ao mundo.)

(A volta para casa deixava o Jovem Líder em um estranho estado meditativo e de flow. Ao por os pés naquele local, ele havia entendido muitas peças faltantes no quebra cabeça da mundo ninja. Ele havia entendido e estudado o mundo... e com, isso, foi fácil entender muita coisa do Senju e de seus aliados ao voltar pra casa. Jiraiya fazia a barba sozinho em seu banheiro, embora Shiro e Maru estivessem ali por perto.)

(A mente de Jiraiya sabia que possuía algumas frentes. Em um canto, seu desejo pessoal era achar seu pai. Agora ele podia. Por outro lado, ele havia feito muita coisa do seu interesse nos últimos anos e as pessoas que deram sua vida para construir um povo feliz e próspero ao lado de seu pai mereciam algum retorno daquele que havia recebido todas as condições para isso. Jiraiya sabia que estava devendo. Enquanto aparava sua barba e resolvia o problema do cabelo, sua mente juntava todas as informações)

*essa última visita aos clãs antes de voltar e até mesmo a vila de Ryuu-san foi muito útil. Muitas informações privilegiadas da situação de cada um deles*

*Otou-sama... eu preciso lhe recuperar. Ao seu modo, você nunca me desamparou. E não posso mais deixar isso para trás... mas lidar com todas essas frentes sozinho... será complicado*

*O país do Fogo e o  Senju realmente respeitaram a trégua entabulada com Ryugetsu . Hoje, eles não tem muitas informações reais de lá. Mas eu tenho.*

* a prova disso é que meu clã esteve os últimos anos focado em "manter seu nível", medinda forças com o Uchiha. Acho que Shiroshi-san mandou mal mesmo na relação com a aproximação Uchiha. Apesar disso, não dá pra negar que a coisa evoluiu muito, no respeito. Méritos de ambos os líderes até então... e mérito principal de Uchiha Chize, que deu aparentemente o primeiro e mais arriscado passo, salvando meu pai de seu próprio Líder... depois, com a manutenção dessa mentalidade por Itanari-chan... mesmo quando o Senju se mostrou descontrolado. Eu reconheço que nesse momento, o Uchiha deu um passo mais largo em direção à Grandeza que qualque outro tinha dado.*

*Mas o simples fato dessa polarização se perpetuar, embora agora não sejam mais mortes, agora competem por atenção e sucesso econômico... e essa maldita competição entre o Senju e o Uchiha nos cega ao mundo... talvez por isso a profecia exigisse que eu ficasse tanto tempo fora*

(Jiraiya referia-se, numa conversa consigo mesmo, ao fato de Hoozuki Ryuugetsu ter sido eleito o "Mizukage" e ser o poder militar do país da água)

*Ryuu-san não enveredou em uma competição interna... ele mirou numa união, pois seu objetivo não era mais criar um clã forte... e sim atingir projeção mundial. Por isso, ele comseguiu juntar todos em seu entorno*

*quando analiso o que vi no país da água, mais me convenço de que o Uchiha ou o Senju sozinhos... não importa seu brilho... nenhum deles tem condições de vencer uma disputa interna e ainda fazer frente ao Mizukage ao mesmo tempo*

*politicamente... acredito que Daymiou teria receio de tomar o lado de um dos clãs e desencadear um conflito..  pois isso enfraqueceria o país do fogo. Por isso a previsão de Maru-san sobre a vila da maré a mais real possível*

*atualmente, os clãs tentam aumentar suas bases... mas não estão vendo que os aportes financeiros do mundo todo estão indo para o pais da água... ninguém quer investir num lugar com um possível conflito. Chize-san e Itanaria-chan estavam certos... mas, sem um referencial aqui, acabaram de mãos atadas. Eu acredito que ele tenha sido treinado por meu pai... afinal, ele estava bem vivo*

*eu acredito que o equívoco dele foi vir até aqui... era um território favorável ao Senju... e ligado a opiniões... para negociar, é preciso ir a um território neutro e criar ali,  as melhores condições para um ajuste vantajoso... mas eu pretendo ser mais ousado... não basta uma trégua ou paz. Precisamos ir mais longe, embora os passos tenham que ser dados um de cada vez*

*se Uchihas ou Senjus desejarem de verdade não serem tragados pelo crescimento do país da água da famosa "Kirigakure no Sato"... terão de dar ao mundo algo mais chamativo que o que foi feito por Ryuugetsu...*

*e a única coisa que eu vejo, exceto um show de horrores, que destruiria o país... é Uchihas e Senjus fazerem o sem precedente: abraçarem-se em direção ao crescimento. Mas, até que ponto eles também estariam dispostos a isso?*

(Jiraiya terminava de se aprontar. Ele colocava as insignias do Lider Senju, mas mandara vir uma roupa especial nova, que comunicava a todos que ali estava um Eremita Sapo, alguém que havia dominado seus medos e atingido a paz interior para poder estabelecer contato com a Natureza. Era certo que a grande massa não entenderia. Mas, os líderes de clãs tinham acesso a muitas informações e com certeza saberiam do que se tratava)

(Era estranho aquilo. Mas os anos de treinamento no Senju agora faziam sentido. Lidar com multidões, estar no foco das atenções era natural para Jiraiya. Mas, por muito tempo, ele não tinha nada de importante a dizer a ninguém. Era apenas um moleque.)

(Agora era diferente. A experiência e a criação para àquele momento faziam toda a diferença desde que Jiraiya tinha o que dizer)

(Jiraiya sabia que precisava causar impacto. Ele não dizia na frente do Conselho, mas sabia melhor que ninguém estávamos atrás)

*Muita gente achará que essa mensagem é para Senjus e Uchihas... mas, na verdade... o alvo deste movimento uma mensagem ao mundo todo de que algo está para acontecer aqui no país do fogo. Com essa atenção... teremos como dar o próximo passo em direção a paz. E esse passo será notícia também no mundo.*

*Qualquer evolução que aqui ocorrer nesse momento, ela precisar chegar ao conhecimento do resto do mundo, para recuperar a confiança de que o país do fogo também é uma alterantiva viável de investimento e não apenas o país da água*

(Jiraiya aproveitava a atenção gratuita de sua "ressurreição". Era algo fora do ordinário. Ele havia conseguido a presença de representantes e jornalistas de quase todas mídias do país do fogo e também internacionais. Era o momento de fazer o discurso do retorno. Jiraiya não podia errar. Mas ele não tinha medo. Estava há 5 anos preparando-se para esse dia)

(O tradicional local de discurso Senju estava preparado. Jiraiya havia passado por lá para um reconhecimento do terreno antes. Ele meditava nos aposentos. Shiro e Maru estavam com ele e os conselheiros aguardavam numa antessala. Sabiam que nesse momento ele desejaria apenas a presença deles, pois eram amigos mais antigos. Jiraiya se postava entre ambos tocando próximo a suas nucas, e dizia)

- Shiroshi, eu me recusei muito a este cargo... mas você estava certo. É meu dever!

(ele virava-se para Maru)

- Akatsumaru, lembra-se quando disse que sonhava em uma aproximação maior de nossos clãs? Você com certeza fez valer nosso trato, mesmo com a minha ausência injusta e inexplicável.

- ao nosso modo, cada um trabalhou muito nos bastidores, para que hoje todos pudessemos dividir este palco. E é com ele que temos a chance de acesso a outros palcos ainda maiores para subir juntos.)

(Ambos já sentiam a liderança do Jovem Senju, que lhe era até instintiva, dados os anos de treino. E Jiraiya realmente acreditava naquilo. Os dois nem percebiam os marcadores colocados neles. Jiraiya estava fazendo isso para o caso de precisar protegê-los um dia. O horário estava apenas 1 minuto antes do combinado e todos estavam lá, jornalistas a postos. Jiraiya, seguido por Maru e Shiroshi seguiam para antesala)

- Meus irmãos, vamos transmitir confiança ao nosso povo... Smile


(O burburinho que se instalava pelas conversas das pessoas, umas animadas outras mais receosas, é interrompido por um instante de silêncio. Era que as portas do prédio principal se abriam, e o protocolo era quebrado com Jiraiya adiante, sendo seguido por todos os seus conselheiros em direção ao parlatório. Jiraiya, seguia os passos de seus antecessores que haviam descido também por aquele caminho. A presença de todos era a mensagem da união e de gratidão. Jiraiya parava um instante, para atiçar a curiosidade. Ele olhava lentamente para todos os lados e parecia ver cada um naquele local,  mesmo que brevemente. Após aqueles intantes, ele finalmente dizia suas primeiras palavras ao povo)

- Obrigado à todos vocês que saíram do conforto de suas casas para vir aqui testemunhar esse momento! Obrigado também a todos os veículos que registram esse dia que entrará para a história do nosso povo e possibilita acesso àqueles que não puderam se fazer presentes! Mas não se enganem. Esse dia não é importante pela minha presença, mas sim pela presença de todos vocês e pelo significado que terá para nós, todos os passos que foram dados hoje, que certamente farão a diferença.

- Nenhum líder se torna líder por suas palavras ou por sua vontade. Um líder se torna líder quando suas ações, seu exemplo é aceito e reconhecido pelas pessoas. Muito me Honra que me aceitem aqui para estar neste local hoje e que já foi de meu pai e antepassados um dia.

- Também, nenhum líder está imune de erros. Muito pelo contrário, são os erros e os equívocos que nos ensinam e nos constroem.

- Em primeiro lugar, eu devo muito à todos vocês. Não é novidade nenhuma que o País do fogo e todos os clãs, inclusive o Senju, viveu reviravoltas e períodos difíceis nos últimos anos. E grande parte do preço, foi pago por todos vocês. Eu também paguei um preço caro e agora sei disso - todos sabiam que ele se referia ao sumiço de seu pai e os boatos de seu estado.

- mas o meu preço não é nada se comparado ao preço que vocês pagaram!! Muito desse preço causado pela minha ausência e que refletiu na falta de meu pai. Mas, eu não fiquei este tempo todo fora sem fazer nada. Eu precisava preparar algumas coisas. E sou grato por estar aqui, pois pretendo e acredito que tenho o que é preciso para passar o resto dos meus anos pagando a minha dívida para cada um de vocês meus irmãos Senjus, para cada um de vocês meus irmãos aliados, que não nominarei para não esquecer nenhum, mas que estão aqui representados neste dia por seus conselheiros aqui ao meu lado!

- Por muito tempo fui a esperança da paz de muitos e dúvida de outros. Porém, há cinco anos atrás eu desapareci. E a esperança daqueles que acreditavam em mim também. Pior, aquele que havia sido a rocha de sustentação do Senju, meu pai, também se foi.

- Mas, hoje encerrou-se o tempo da ausência. E agora, de uma vez por todas, CHEGADA A HORA DA PAZ, DA UNIÃO E DA COOPERAÇÃO!

- O mundo todo caminha nessa direção: às alianças e ao desenvolvimento econômico. Isso é um fato incontroverso. E essa não é uma decisão minha. É um fato reconhecido por todos os nossos Conselheiros. O mundo já está mudando. E nós não podemos ficar para trás.

- A escola Senju e meu Pai tentaram me preparar para ser o líder Senju que um dia o nosso PASSADO exigia. Eu não pude aceitar aquilo. Se hoje aceitei tomar essa dianteira, primeiro é porque vocês acreditaram em mim e me deram essa honra. Mas, sobretudo, é porque eu estive conhecendo o mundo, conhecendo as pessoas, conhecendo outras realidades e poderes. Em Resumo, me preparando para ser o líder que o PRESENTE e o FUTURO exigem.

- Foi esse conhecimento do ser humano, e por ter podido ver de perto em algumas ocasiões aqueles que por incontáveis anos nossos antepassados nutriram ódio... foi conhecendo a realidade deles e de outros que nem sabia que existiam que hoje pude propor ao conselho uma saída. Uma saída que foi aprovada!

- Um dos maiores aprendizados que tive nesses anos, foi o CHEGA. Para sobreviver, eu tive de dizer Chega ao luxo e Sim a simplicidade. Para treinar e crescer:  chega a comidas de primeira e sim a uma alimentação nada convencional. Eu queria voltar, mas eu tive de dizer Chega a mim mesmo e sim aos outros, atendendo a profecia que me foi entregue pelo Grande Sapo Sennin do Myoboku-zan. Tive de dizer chega para muita coisa.

- e Hoje, meus caros amigos e irmãos, compartilho com vocês a lição do chega!

- É chegado o tempo de de dizer CHEGA! CHEGA para a perpetuação dos erros do passado e SIM ao que nós podemos CRIAR. Dizer CHEGA ao ódio gratuito e infundado que já existiu entre os clãs e ninjas e SIM a cooperação para o crescimento. De dizer CHEGA para competições e SIM para a soma de forças e esforços em prol de um futuro de paz e riqueza para todos! CHEGA para o medo, para mortes e para o distanciamento sem sentido e SIM para o diálogo. CHEGA para as suposições e SIM para a clareza e transparência!


- Não estou dizendo que devemos apagar o passado e sim que devemos lembrar e aprender com nossos erros e acertos! Manter o que temos de bom e descartar o que já não serve mais para o mundo novo que pretendemos construir! É preciso enterrar o que deu errado no passado, pois se ele permanecer em nossa mente e em nosso coração, ele irá destruir o nosso futuro e o futuro das nossas futuras gerações.

(Jiraiya falava com convicção. Suas palavras derramavam e cada um podia fazer sua análise, mas o cenário era aquele. E num mar de quem vivia entre dúvidas, aparecera alguém que falava com convicação, que acreditava no que dizia, mesmo que pudesse parecer dificil ou impossível. Mas ficava tão claro que Jiraiya acreditava naquilo tanto, que aquela crença dele se projetava nas demais pessoas. Ele dava uma leve pausa)

- Eu quero, antes de já encerrar esse discurso, pois há muito a ser feito e as minhas palavras eu lhes transmito para que possamos nos UNIR. Mas o nosso objetivo e trabalharmos juntos. Então, as medidas estão já preparadas e serão tomadas de imediato. Não descansarei enquanto não houvermos atingidos os objetivos que nos propomos aqui hoje. Mas, antes de dizê-las, eu preciso fazer uma honraria especial.

- eu queria garadecer pessoalmente ao Shiroshi-sama, que nestes últimos longos anos das maiores dificuldades, com a ajuda de cada um de vocês, carregou esse fardo da liderança do Senju que não era dele! Ele foi muito bravo! Nunca havia sido treinado para isso, mas mesmo assim, não se furtou. O seu lugar estará guardado para sempre na nossa gratidão. Agradecer também ao Nara Akatsumaru-sama, por sua contribuição cada vez mais próxima e que é hoje admirado por todos vocês. Eles estarão ao meu lado, embora muitas vezes à distância devido as missões.

- e eu quero agradecer a cada um de vocês por tudo que vem fazendo! Com certeza é impossível de contar, mas cada detalhe conta para se chegar o dia de hoje!

- E nós todos aqui PRECISAMOS contar, agora ainda mais, com todos vocês. Amanhã, teremos uma lista de medidas que precisamos tomar para sermos não apenas uma vila ou um clã forte, mas sim um País do Fogo no lugar que ele deve estar. E cada um poderá se disponibilizar para ajudar naquilo que melhor lhe aprouver, se desejar. Por hora, serão muitas medidas internas.

- Eu serei apenas a nossa voz e não a minha voz. Quando eu estive em necessidade, o mundo me deu um mestre e conhecimento. Esse mestre pediu que eu ajudasse a criar um mundo melhor. E para viabilizar esse mundo, eu peço honradamente a todos que apoiem esse novo projeto que fizemos juntos, eu e os líderes de todos os nossos clãs, que hoje estão aqui comigo! Peço sua confiança e dedicação e em breve os resultados deverão falar por si próprios.

- Como vocês devem ter notado, o que falei foi PAÍS DO FOGO. Isso mesmo. Eu vi com meus olhos a potência que é o pais da água. Incontáveis anos o Senju e Uchihas se polarizaram competindo por fama,  poder ou dinheiro. Isso funcionou enquanto o resto mundo estava fazendo o mesmo em suas microrealidades!!

- Hoje, essa receita não funciona direito e em breve não funcionará mais, pois as novas gerações vem dando largos passos no sentido de enterrar os rancores do passado e de investir em um futuro de desenvolvimento. E esse desenvolvimento só pode ser achado se todos pararem de competir ou sabotar e caminharem numa mesma direção.

- Nosso país tem tudo do que é o melhor. Terras férteis, minérios, pontos turísticos. Nosso clima é o adequado. E sobretudo, temos vocês, as pessoas mais dedicadas. Mas, tudo isto está ameaçado. Nós reconhecemos que a instabilidade histórica entre Senju e Uchihas é a causa dessa ameaça, pois até mesmo as pessoas que hoje aqui moram irão preferir se mudar para um país onde não haja risco de conflitos que lhes peguem num fogo cruzado. E não há mesmo sentido em permanecer num país que tudo tem, se não vamos viver para desfrutar deles. E nem ninguém quer aceitar viver sob o constante medo de que, de um dia para o outro, tudo pode mudar.

- E é por isso que o mundo está de olho na experiência da vila da água. Digo experiência, por quê nós fazemos alianças há muitos anos e o pais da água sempr foi de clãs mais individualizados. Mas, ele se uniram todos. E se uniram em torno de uma só causa. Mesmo os melhores investidores daqui e os melhores profissionais estao  tentados a investirem lá. E isso vai acontecer se nós não mudarmos esse cenário atual.

- Precisamos criar e dar segurança para nós e para todas as pessoas que vivem aqui. E essa segurança não vai acontecer se o Senju e o Uchiha permanecerem distantes um do outro, mesmo que não hajam mais guerras. Se continuarmos assim, com ou sem uma capital, em breve pagaremos o preço disso.

- Meus irmãos, a conclusão que chegamos é que sem uma cooperação, sozinhos, nem Senjus e nem Uchihas farão frente ao crescimento do país da água. Não se trata de guerras e de nem competição. Há espaço para o sucesso de ambos. Mas precisamso aprender não só com nossos erros. Para recuperar o tempo perdido, temos que aprender com os acertos e erros dos outros! É o que orientará a nossa política!

- Temos um pouco de tempo e agiremos rápido...

- Se sozinhos nossas chances são mínimas ou pelo menos arriscadas... se somarnos as forças do Uchiha, do Senju e de todos os demais clãs do país do fogo, aí sim  todo o nosso potencial poderá se realizar!  Vamos canalizar todas as nossas forças em criar um futuro de prosperidade e paz, deixando de gastar forças com o risco aniquilação recíproca, mesmo que econômica!

- A aliança que propomos é de jamais tentar interferir nos outras países, mas, sim, de organizar e proteger o nosso, mantendo uma política de boas relações. Essa aliança é como uma escada. Precisamos subir um degrau de cada vez! Mas precisamos dar o primeiro passo!

- sabemos que em uma tentiva anterior não foi possível, com a iniciativa dos valorosos líderes Uchiha... mas, tudo tem uma razão e talvez aquele não fosse o momento. Talvez não tivessemo o que precisava. Mas, hoje, vejo que temos essa oportunidade de novo!

- Então, EU, Senju Jiraiya, pela autoridade que me foi concedida com outorga da Liderança do clã Senju pelo Conselho desta Vila, neste ato, como primeira medida desse novo tempo, em prol da segurança do nosso povo e do povo do País do Fogo, em nome de todos irei convidar os líderes Uchihas,  Itanari-sama e Chize-sama, para uma Conferência de Paz a ser realizado em território Neutro, com a finalidade de avaliarmos e definirmos a possibilidade de criação da aliança destinada a enterrar no passado os erros lá cometidos e focada em definir as possibilidades e como podemos viabilizar uma cooperação entre os Uchihas e Senjus, a fim de que dando o exemplo de superar as diferenças, nosso exemplo possa ser seguido por todos os demais clãs e que todos possam participar dessa Aliança.

- precisamos dar um passo de cada vez... mas não ficar estacionados. O primeiro passo já foi dado lá atrás! Hoje, nós também avançamos um degrau! E, JUNTOS, poderemos avançar MAIS RÁPIDO PARA O TOPO!

- Meu muito obrigado a todos e eu conto com cada um de vocês para construirmos essa nova era. Convido todos vocês para colocar seus nomes na história como a geração que extinguiu o ódio, a guerra e entabulou a paz!


(Jiraiya encerrava sua forte fala. Era longa, mas suas palavras inspiravam o interesse de todos nas suas palavras e fazia o tempo passar rápido. Ao final ele acenava para todos, esbanjando confiança. Em seguida, ele se virava aos seu Conselho, cumprimentando a todos com um sorriso no rosto e parabenizando por sua participação e coragem)

- Parabéns a todos vocês pela decisão de hoje. Certamente entraremos para a história.


*Agora... o destino está nas mãos do Uchiha... por favor, que Itanari e Chize não tenham deixado de sonhar com a paz... temos muitas formas de desenvolver esse grande país, se conseguirmos seguir esse caminho de paz e, porque não união, que vocês mesmo já propuseram e vem trilhando...*

*Bem, de toda forma, foi um movimento arriscado... mas, fará efeito no mundo todo se conseguirmos a aliança! Demonstrará que o pais do fogo ainda pode ser confiado... e creio que muitos botarão a sua fé na nosa união de forças!*

(Jiraiya aguardava um feedback de Maru e Shiroshi. Ficava claro que ele tinha uma missão para Shiroshi. Uma que ele nao confiava a mais ninguém. Ele também ficava curioso para saber a repercussão. Ao longe ele percebia que, encerrado seu discurso, um mensageiro do clã Senju saía naquele hora mesmo em direção à Vila Uchiha. Na sua carta, estava o convite oficial assinado por Jiraiya e pelo Conselho para reunirem-se em concílio: Jiraiya e mais um e Itanari e mais um, em local Neutro, com sugestão de local pelos Uchihas. O concílio era para tratativas de paz e formação de uma aliança para o crescimento do país)
avatar
Nukenin
Nukenin
Mensagens Mensagens : 357
Data de inscrição : 09/02/2014

Vila : ??
Idade : 14
Sensei : ??
Personagem : num sei ainda nao entendi muito bem
Não Selado
Idade Idade : 18

Ficha do Personagem
HP HP:
0/0  (0/0)
Chakra Chakra:
0/0  (0/0)
Stamina Stamina:
0/0  (0/0)
Ver perfil do usuário

Re: Vila

em Sab 29 Set 2018, 3:29 pm
(jiriaya fazia um belo e longe discurso para sua vila, aproximadamente 180 pessoas, só nao ouviram aqueles que estavam em missões ou em serviços, mas a população que grande maioria pertencia aos membros dos clãs ali presentes , sentiam um pouco mais de confiança em jiraiya, os membros dos jornais anotavam e redigiam as palavras ditas por Jiraiya, e faziam seus rasculhos das partes mais importantes e impactantes para serem redigidas nos jornal. Jiriaya nao sabia se seria compreendido por tadas as partes mas acham a realmente ter passado a vivacidade de sua vila e o calor que queria compartilhar ao mundo)

(os membros de seu conselho apenas o aplaudem e depois que se retira a multidão começa se dispersar, com isso os lideres dos clãs também, e jiraiya voltava aos sua sala mais reservada, não demora muito para que Maru apareça na porta quero expor o que seria feito de agora em diante)

Maru- Um longe e belo discurso certamente, acredito que metade de quem estava la fora nem entendeu, mas o importante é que a mensagem chegue onde deve chegar, mas tenho alguns pontos que devemos tratar com uma certa urgencia nin-chan.

Maru- existe um certo problema financeiro pelo qual estamos passando atualmente, e precisamos resolver isso, ou nem mesmo sendo uma capital, nos salvará dessa ruina.
avatar
Jounnin
Jounnin
Mensagens Mensagens : 89
Data de inscrição : 07/05/2018

Vila : Konoha
Idade : 20
Sensei : a definir
Personagem : a definir
Não Selado
Idade Idade : 18

Ficha do Personagem
HP HP:
50/50  (50/50)
Chakra Chakra:
37/39  (37/39)
Stamina Stamina:
0/0  (0/0)
Ver perfil do usuário

Re: Vila

em Sab 29 Set 2018, 3:46 pm
(A adrenalina de Jiraiya baixava. Ele estava na sua sala mais reservada e olhava para o local, pensando que ali seria gasto grande parte da vida de sua vida. Mas esses pensamentos são interrompidos pela chegada de Maru. Ficava claro que ele era o cérebro da vila e que tinha muitas coisas acumuladas com ele para tocar em frente)

- Obrigado, meu caro Maru! Pois é! A parte de que iremos tentar uma aliança, que é o ponto central, acredito que todos entenderam. Por outro lado, os demais pontos serão compreendidos por quem precisa! Também acredito nisso.

(Jiraiya imaginava que a questão era urgente mesmo, para ser tratada logo naquele momento. Ele ouve Maru novamente e entende. Ele demonstrava interesse)

- Certo. Para você vir falar comigo nessa momento, é por que certamente já tem uma proposta de como resolver esse problema. Não que não confie, mas para eu ir me inteirando, pode me explicar como chegamos ao problema financeiro, o quanto é e quais serão as consequências se não resolvermos?

- Com isso, já tomaremos uma decisão se possível e também já destacaremos quem for necessário!


*droga... eu estava pensando em dar um relaxada e que finalmente iria poder me dedicar à observar uma linda criatura feminina... o quanto tempo! Com aquele visual disfarçado não havia nem como sair alguma TT_TT... pelo visto ser o líder do clã também acaba com a nossa diversão... fazer o que*

*Mas que eu seja maldito se, depois que dermos uma acalmada nas coisas.... eu não for para cidade das fontes! Mal posso esperar huuhuhuhuhuh*
avatar
Nukenin
Nukenin
Mensagens Mensagens : 357
Data de inscrição : 09/02/2014

Vila : ??
Idade : 14
Sensei : ??
Personagem : num sei ainda nao entendi muito bem
Não Selado
Idade Idade : 18

Ficha do Personagem
HP HP:
0/0  (0/0)
Chakra Chakra:
0/0  (0/0)
Stamina Stamina:
0/0  (0/0)
Ver perfil do usuário

Re: Vila

em Sab 29 Set 2018, 4:05 pm
(Maru abre o que se era um livro financeiro, parecia que Maru era o cara das finanças da vila alem da estrategia, certamente como jiraiya pensava estava sobrecarregado)

Maru- primeiramente vamos falar do problema. Depois que seu pai parou de pegar missões contra uchihas, o clã senju fraquejou em seu financeiro, infelizmente, nenhum outro clã que hoje faz parte da nossa união, fazia frente aos uchiha, assim, cada um desses dois grandes poderes perdeu muito economicamente, nao se enfrentando mais, praticamente as missões recebidas era exito, mas diminuiu a procurar pelos seus serviços, pois sabiam que se vcs fossem contratados e soubessem que havia uchiha, se retirariam, assim como do lado de lá. não sei se esta ciente, mas digamos que na epoca antes dessa tregua" o custo de uma missão Senju era 4x o que é hoje. e diminuir o valor de sua mão de obra, foi ate uma boa cartada no primeiro momento, mas deixou de ter valor logo em seguida.

Maru- com a chegada de todos os clãs, a economia deu uma crescida, mas as despesas também, por um período acabamos empatando e isso também fez estagnarmos onde estamos agora.

(maru olha bem para seu livro apontando determinados pontos que apareciam em vermelho)

Maru- não temos dinheiro. essa é a verdade, precisamos de uma solução rapida e eficiente, até tenho uma sugestão, mas tenho certeza que vc não vai gostar.

(maru coloca na mesa um livro "Bingo- Book", jiraiya tinha conhecimento desse livro, listava ninjas procurados, desde delitos pequenos a delitos graves, havia ninjas de muito poder e ninjas de classe media mas que causavam problemas frequentemente. )

Maru- com isso, podemos recolher dinheiro e forma rapida se escolhermos 5 alvos desse livro de valores X, vai nos dar uma boa segurança economicamente, porem, vai contra a sua filosofia atual de paz, vc estará literalmente caçando alguem. Eu olhei para todos os lados, conversei com muita gente, contratantes frequentes, mas nao tenho mais ideias que resolvam nosso problema. Então? o que faremos?
avatar
Jounnin
Jounnin
Mensagens Mensagens : 89
Data de inscrição : 07/05/2018

Vila : Konoha
Idade : 20
Sensei : a definir
Personagem : a definir
Não Selado
Idade Idade : 18

Ficha do Personagem
HP HP:
50/50  (50/50)
Chakra Chakra:
37/39  (37/39)
Stamina Stamina:
0/0  (0/0)
Ver perfil do usuário

Re: Vila

em Sab 29 Set 2018, 5:04 pm
(Jiraiya folheava ao "Bingo - Book" que Maru colocara à sua frente. Fazia muito tempo que ele não via um desses. Também olhava o livro financeiro. A salvação dessa vila era Maru, com certeza. Jiraiya ouvia atentamente ao que ele dizia. Ao final, sem dizer uma única palavra, o Senju levantava-se de sua cadeira e dirigia-se até uma pequeno móvel que continha umas bebidas. Os saquês que estavam ali eram bons, mas nada extraordinário. A uma, porque Shiro não era um fã. E a dois porque não havia dinheiro para tal, era óbvio. Mas ele separava dois copos e colocava apenas um trago controlado em cada um. A vida no monte sapo havia ensinado Jiraiya a ter autocontrole)

*essa situação faz todo o sentido. A não belicosidade entre Uchihas e Senjus foi uma coisa aconteceu, *um fato*... nunca foi pensada estrategicamente. Até porque, na época, havia muito pouco espaço para isso...*

(Ele estendia um copo para Maru e fazendo um brinde silencioso, ele tomava o trago saboreando o saquê. Depois, lagarva o copo sobre a mesa e olhava pela janela para fora)

*Maru está sendo conservador e me testando, para saber até onde eu estou nessa política de paz... hehehe, é muito esperto. Mas, eu também acredito que haja um jeito de sair disso sem trairmos nenhuma honra pessoal  e sem fazermos nenhum tipo de afronta*

- Maru, você sabe que pode ser totalmente sincero comigo. Se tiver qualquer dúvida, pode me perguntar.

- Eu achei a sua sugestão do Bingo Book fantástica, e ao final você vai entender o porquê. Mas, eu tenho também tenho algumas sugestões que são adendos ao que você sugeriu.


(Jiraiya voltava a se sentar. Ele cruzava as pernas e estendia por sobre a mesa)

- Existe muita coisa que é boato sobre paz.

- Eu sei perfeitamente o que o Chize tentou alguns anos atrás. Formalizar um acordo... era um forma de abrir um caminho de comunicação entre os clãs... para que eles pudessem saber melhor quais missões podiam aceitar. Assim, com um acordo entre ambos os clãs... bom, eles poderiam subir combinadamente os preços dos seus serviços e não precisariam aceitar migalhas. Ao mesmo tempo, com a comunicação aberta, ambos poderiam 'saber' em quais missões não deveriam intervir.


(Ele tentava seguir o olhar de Maru para ver se captava alguma discordância)

- Mas, por termos todos esse cenário caótico e essa 'visão' que o Senju era o clã que queria a guerra, nós ficamos muito amarrados a não pegar missões por que podia ser que elas dessem essa impressão errado. Aí, já começamos a colher os primeiros frutos da nossa decisão de hoje no conselho e das matérias que estarão publicadas pelos jornais.

- Nós iremos propor uma aliança. Todo mundo sabe. Então, ninguém poderá interpretar nossas missões como atos de belicosidade para eles.

- Ao sairmos de cima do muro, agora podemos tomar medidas mais arrojados.

- Para que fique claro, eu, Jiraiya sou sim a favor do fim da mortes. Ainda irão muitos anos para Senju e Uchiha possam, em caso de aliança, se enfrentarem e levar na esportiva. Então, eu realmente entendo que é importante não interferirmos nas missões um do outro.

- Mas, isso não aplica aos demais clãs. Como eu cumpria as missões que meu pai me dava? Eu assegurava que o resultado fosse atingido... o que eu fazia, era NÃO MATAR o meu adversário como parte da missão.

- Se minha missão era proteger uma lavoura, eu não matava o adversário. Eu impedia que ele destruísse a lavoura. Simples.

- Acho que precisamos ter essa mentalidade. E esses caras do bingo book, são criminosos. São cara que são uma ameaça à segurança de todos os países... igual o risco de um conflito entre nós e o Uchiha. Por isso, eu não vejo nenhum problema em nós perseguirmos ninjas que estejam no Bongo Book, desde que seguindo duas condições para  atual momento.


(Jiraya levantava os dedos)

-1) nada de escolher ninjas que JÁ estejam sob eventual proteção do Uchiha ou que possam ser associados a eles. Eu não acredito que a Fantasma Branco vá aceitar proteger gente procurada no Bingo Book, mas assim evitamos esse risco;
2) nada de mortes desnecessárias. O bingo Book diz "dead or alive". Com times e estratégias corretas, podemos escolher alvo que possamos apreender e levar ao Daimyou para julgamento ou para quem tiver incluído a recompensa. Em último caso, ou seja, só se o ninja for muito agressivo e violento, ele poderá ser executado.

- Eu sempre fui fiel ao meu propósito de não matar... por que sabia que não havia necessidade. Eu nunca disse que talvez essa decisão não permeasse a vida de um ninja. Outra coisa que eu não entendia era a matança entre Senju e Uchiha, simplesmente por serem de dois clãs diferentes. Pessoas boas se matavam sem razão.

- Mas muitos desses caras, são criminosos horríveis e convictos. Tirá-los de circulação é um favor para todos os clãs. Então, estou 100% com você nessa. Podemos selecionar os alvos e os times. Eu quero falar com os times pessoalmente antes de saírem nessa missões.


(Ele via se o Maru teria alguma observação e caso não prosseguiria)

- Mas, eu também tenho uma sugestão!

(Jiraiya pega um mapa do país do fogo. Ele mostrava a posição da vilas Senju e Uchiha)

- Veja, Maru-san. Aqui estão a nossa vila e a vila Uchiha.  Se traçarmos uma área de influência... podemos dizer que os territórios desta banda para lá do mapa, estão mais próximos do Uchiha e, por isso, contratam eles.

- Desta banda para cá, temos essa faixa de terreno que está mais próximo de nós. E por isso, mais fácil de contratarmos e ter menos influência Uchiha. Temos informações sobre eventuais fazendeiros e lordes que tenham relação com o Uchiha nessas bases?

- Mas veja bem esse extremo.


(Ele apontava a região do país que fazia fronteira com outros países e ficava bem distante da vila Senju e mais ainda da vila Uchiha.)

- eu viajei por dois anos. Estivesse nesses lugares. Se encontrei Uchihas nessa região... estavam apenas de passagem. Mas esse pessoal, sofria e reclamava muito de incursões de baderneiros estrangeiros.

- Minha sugestão é uma aproximação e oferta de nossos serviços de guarda aos Lordes que estão nessa região, para proteção de suas safras e bens. É uma missão de proteção. Só vamos reagir. Com essa distância... e se optarmos por proteger pessoas legítimas e de boa-índole... dificilmente haveriam missões Uchihas destinadas as promover saques... não consigo visualizar a Fantasma Branco aprovando algo desse genero... ou seja, se houver conflito, estaremos apenas protegendo. E, a simples presença de nossos ninjas ostensivamente, deve reduzir as investidas de bandidos comuns.

- Antes de você dizer que não podemos desguarnecer a vila... eu preciso dizer algo. Antes, nós estávamos sem mim. Agora, eu quase não posso sair dessa vila. E nada mais justo que então, eu seja a sua guarnição. Claro, eu preciso que alguns Shinobis de confiança estejam aqui, pelo menos um esquadrão.


(Ele sabia que podia confiar em Maru, então explicava para ele)

- Os ninjas que irão para missões mais arriscadas, receberão um item meu, que lhes permitirá uma retirada imediata se preciso ou, em algumas circunstâncias, até uma intervenção minha. Vou pedir que nem me peça pra explicar. Apenas peço sua confiança e que acredite que dá certo e é possível. Isso vai minimizar riscos de baixas.

- O segundo ponto é que eu sobrevivi por 5 anos, Maru-san. e se eu afirmo que posso proteger essa vila... é porque não voltei sozinho!

(Ele apontava para testa no seu Hitaiate que continha a palavra "óleo" e para um pergaminho que carregava com ele)

- O Jiriya que voltou é um eremita, ligado a natureza, e sobretudo, com um pacto de sangue com os Sapos de Myoboku-zan. A partir do momento que me tornei o líder desta vila, nós termos o dever de proteger Myoboku-zan. Em contrapartida, um Exército de Sapos poderá nos auxiliar se preciso. Manteremos apenas o postos chaves, se necessário.

(Jiraiya sorria. Certamente Maru estaria aliviado por perceber que Jiraiya não estava louco. E também porque Jiraiya não era simplesmente um líder. Ele era o 'protetor' daquela vila, na acepção máxima dessa palavra. E ele tinha o gabarito para aquilo. E ele, Maru, poderia contar com isso para suas estratégias. Enquanto Jiraiya estivesse com sua vista naquela vila, ele poderia estar tranquilo, pois vila nunca estaria desguarnecida ou sozinha. Ele encerrava)

- Bom, se tem alguém que tinha condições de acompanhar meu pensamento, esse alguém é você, Maru. Resumindo:a) Sua ideia está aprovada, vamos definir os alvos e pode reunir os times, e organizar para que eu fale com eles antes da partida. b) quero saber se concorda com  selecionarmos alguns lordes da região da fronteira que indiquei, para oferecermos proteção às safras. Lá não precisaremos que todos sejam Shinobis de alto Rank. Precisaremos de um de alto Rank acompanhando por outros de menor Rank. Será uma boa experiência. O que acha?


(Ele esperava para ver o que Maru diria)
avatar
Nukenin
Nukenin
Mensagens Mensagens : 357
Data de inscrição : 09/02/2014

Vila : ??
Idade : 14
Sensei : ??
Personagem : num sei ainda nao entendi muito bem
Não Selado
Idade Idade : 18

Ficha do Personagem
HP HP:
0/0  (0/0)
Chakra Chakra:
0/0  (0/0)
Stamina Stamina:
0/0  (0/0)
Ver perfil do usuário

Re: Vila

em Sab 29 Set 2018, 5:37 pm
(Maru toma seu Sake e olha para tudo dito por JIraiya, ele ficava pensando e olhando para todos os lados no mapa, estava certamente pensando nas posibilidades de exitos e falhas, parava alguns segundos olhava a frente par Jiraiya e depois novamente para o mapa, foleava o Bingo Book, escrevia alguns nomes em papeis, depois olhava novamente, fazia uma nova analise, mudava alguns nomes de lugar, e assim fazia por alguns minutos, depois disso pegava um outro papael, rabiscava numeros maiores, parecia somatorios de despesas e habitantes, recursos empregados em cada coisa e tudo que passava na cabeça de Maru, grande maioria das coisas parecia intediante a Jiraiya, e em muitas dele era muito dificil saber do que Maru tanto rabiscava pra la e para cá mas ele completa apontando 3 ninjas classificados com S e dois ninjas classificados como B no bingo book)

Maru- certo, vamos por partes, acredito que sua ideia de segurança seja realmente boa, hoje nao podemos dispor de uma grande quantidade de ninjas, mas devesmos ressaltar que assim como vc exitem outros monstros por ai, e é meu dever imaginar o pior cenário possível. se todos esses monstros decidissem invadir a vila, precisaríamos dessa quantidade de ninjas para defender e dar apoio a voce, proteger nossos recursos e pontos cruciais de nossa vila, alem disso,  para dar essa proteção, estariamos disponibilizando essa quantiade X de reucursos, entao devemos estar recebendo isso, mas também devemos pensar nos periodos, esses lugares tem capaciade de manter quantos ninjas? se ainda nao resolveram seus problemas com os sake,quer dizer que talvez nao tenham recursos suficientes para pagarem, no melhor dos quadros vamos colocar assim...

(Maru faz novos rabiscos, esses eram mais claros, ele nomeava 3 times como Elite, e mais 10 nomes como capitães)

Maru- Acho que podemos proteger ao todo, com nosso limite atual e com todos recursos empregados em manter eles lá de modo que ainda seja lucrativo a nós, 10 feudos. Com isso nossa economia vai ser "sustentável" aqui dentro. mas atualmente temos dividas, precisamos de um recurso rapido a ser empregado para o pagamento delas e assim começar com u pouco de dinheiro no bolso, equipar melhor nossas armas e ninjas portadores, assim, separei essas 3 equipes, são compostas por ate 5 ninja que considero de alto nivel, os 3 ninjas do bingo book rank S vão pagar nossas dividas atuais e 2 B ninjas de menor potencia que vão nos ajudar a ter um caixa positivo para a união ou formação de capital, esses 15 ninjas podem cumprir a missão trazendo de modo seguro o ninja procurado vivo, mas com extrema competência de mata-lo se assim for necessário. acho que é tudo o que precisamos por enquanto. desta maneira seremos mais atrativos aos olhos do Daimyou que nao estará investindo em uma vila falida.
avatar
Jounnin
Jounnin
Mensagens Mensagens : 89
Data de inscrição : 07/05/2018

Vila : Konoha
Idade : 20
Sensei : a definir
Personagem : a definir
Não Selado
Idade Idade : 18

Ficha do Personagem
HP HP:
50/50  (50/50)
Chakra Chakra:
37/39  (37/39)
Stamina Stamina:
0/0  (0/0)
Ver perfil do usuário

Re: Vila

em Sab 29 Set 2018, 6:39 pm
(Jiraiya quase dormia em alguns momentos, ele era tentado a pegar mais um gole de saque, mas, quando estava quase sucumbindo, Maru parecia ter terminado. Jiraiya ficava então atento. Aquela matemática era algo brilhante, com certeza. Jiraiya não era um retardado, mas Maru estava acima de todos naquilo)

* A presença de Maru aqui é o nosso grande trunfo nessa vila e, principalmente em caso de aliança. Acho muito difícil algum outro lugar no mundo que tenha alguém tão capacitado quanto ele. Se existe o risco de ter alguém tão foda quanto ele... eu tenho certeza que melhor que ele certamente não existe. *

(O Senju ouvia atentamente a explanação e olhava os desenhos. Ao final, ele sorria pra Maru e diria)

- Maru-san... bendito o dia em que lhe conheci quando ainda eramos uns moleques.

- Você está fazendo a vida de líder do Clã Senju muito fácil BWAHWAHWAHWA

(Jiraiya ria alto e era possível ver que ele estava feliz)

- não que a situação seja fácil... o que eu quero dizer é que você é uma peça fundamental para o sucesso de qualquer empreendimento que fizermos! E, certamente, nenhum líder desse clã, nunca jamais pode contar com alguém tão preparado como você. Para ser sincero... acho que você tem mais competência para ser líder que eu!

- mas, voltando ao esquema que você projetou aqui.

- eu não tenho porque duvidar. Na verdade... acho que formamos uma excelente dupla! Eu sou mais criativo e as vezes excedo a realidade nos meus projetos... mas você tem essa capacidade de avalair se é possível e, se for, até quanto e como é possível de fazer!

- Estou de acordo com o plano do Bingo Book e com a estratégia. Só peço mais uma vez para me encontrar com eles antes, pois preciso passar uma coisa para eles. Esse ninjas são de extremo valor e não podemos correr nenhum risco de perder ninguém momento.

- para não corrermos o risco de ter preço muito baixo, com relação às missões de segurança... vamos fazer o seguinte. Podemos fazer um levantamento. Se chegarmos a conclusão que eles não tem dinheiro, ok, não prosseguiremos. Mas, pelo que me lembro... ninguém contratava porque achavam que sempre ia haver uma negativa. E muitos não confiavam no poder dos clãs mais próximos. Há muitos que ainda são excessivamente fechados... e muitos não transmitem muita confiança mesmo. Não é nem que não sejam honestos... apenas não sabem negociar.

- Por outro lado, vamos esperar pelo menos uma ou duas Missões com o Bingo Book dar certo, para daí passarmos a oferecer esses serviços. O sucesso nessas missões será fato diferencial para o preço dos nossos ninjas seja valorizado.

- Então, bora pra frente. Antes de você executar essa missão... eu gostaria de chamar o Shiro para discutirmos uma coisa muito importante!

- Shiro é um irmão para mim. Crescemos juntos e confio cegamente nele. Ele fazia o seu papel no meu tempo... ele tentava me manter dentro da realidade, e por isso dávamos certo... o que acho que não funcionou muito bem na liderança, pois vocês dois acabam sendo conservadores. Ele muito mais. Foi assim que ele aprendeu.

- Mas nós estamos tomando medidas drásticas aqui. E muitas delas podem ser o oposto das decisões de Shiro. E eu não quero que ele fique com a moral baixa e se sentindo mal. Ele é um dos nossos Shinobis mais fortes...e não podemos ter ele com o moral baixo.

- Se ele estivern o seu esquadrão para essa missão já, tudo bem. Postergamos. Mas, se ele não estiver... eu gostaria de tirar ele do olho furação que serão as próximas semanas para lidarmos com toda essa zona que vai ser a reorganização da vila, das missões e até mesmo de uma eventual aliança com o Uchiha... e também tem algo que está tirando a minha paz interior, que eu vou precisar muito aqui.

- Meu pai. O estado dele é minha total responsabilidade. Ele sabe que eu quase me recusei a cumprir a última missão que ele me delegou... e acha que eu morri nela, tentando consertar o que eu tinha feito. Eu recebi uma profecia, de que não poderia contar ao mundo sobre ter sobrevivido... não antes de 5 anos. E foi por isso que eu me mantive oculto e me preparando. Mas, não significa que eu não queria avisar. Foi muito difícil...

(Jiraiya olhava pela Janela para fora e parecia evitar o olhar de Maru. Era evidente que ele estava emocionado. Jiraiya era um cara forte, mas ele não era de pedra)

- e o mais difícil foi que eu o encontrei. Eu encontrei meu pai nas minhas viagens... eu pude ver o estado em que ficou. Aquele que já fora a fortaleza desse clã... era apenas um beberrão que ameaçava se matar. E só não o fazia... por que irônicamente, ficava tão bêbado que sequer tinha condições de se matar. Eu queria desesperadamente contar a ele que eu estava vivo. Que ele deixasse daquilo e voltasse pra casa imediatamente.

- Mas a profecia dizia que alguém ficasse sabendo que eu não havia morrido, antes de cinco anos... isso desencadearia uma série de fatos que resultariam na certa aniquilação do nosso clã. Não pela minha intervenção em si. O tempo é algo mesmo misterioso. Fatos que achamos insignificantes... acabam por resultar em mudanças drásticas... o ancião não sabia dizer o porquê. Apenas que os resultados. Eu me disfarcei... falei com ele. E tentei dar uma luz. Colocar na cabeça dele o fio da esperança... mas, eu não faço a menor ideia se deu certo... tentei até mexer na mente dele com um genjutsu imperceptível.. mas ele estava bêbado. E se, por um lado, isso dava fácil acesso a sua mente... tornava praticamente impossível fixar alguma coisa.

- Eu o observei por um tempo,afinal, estava livre... mas, eventos importantes começaram a acontecer e eu tive que mudar os rumos.

- eu obviamente acabei escolhendo não contar... Que sentido faria eu limpar minha consciência do estado de meu pai... e com isso correr o risco de sacrificar todo o nosso clã. Mas, esse peso, Maru-san, segue nos meus ombros... e agora, nada mais me obsta de procurá-lo... mas eu não posso abandonar essa vila.

- o que não quer dizer que não possamos fazer nada. Acho que de tudo que falei, você já entendeu onde pretendo chegar: deixar Shiro longe da bagunça por uns dias aqui... e que confio nele e na força dele para uma missão solo, no mesmo tanto que confiaria em mim mesmo para ela. Eu tenho a última localização de meu pai naquela ocasião e pretendia enviar Shiro para farejar o rastro... se é que ele ainda não sumiu. Meu pai parecia ter se adaptado àquela rotina maldita... talvez nunca tenha ido embora.

- acho que entendeu que com a matéria no jornal... eu também esperava que, de alguma forma, chegasse ao conhecimento dele.

(Jiraiya voltava a olhar para Maru. E ter dito e confessado aquilo que estava lhe afligindo parecia já ter tirado uma grande parte do peso das costas de Jiraiya.)

- A família "real" do Senju, que era de meu pai, ainda possui algum fundo? Eu não quero manipular os ninjas do clã para meus interesses pessoais sem dar a justa contrapartida...
avatar
Nukenin
Nukenin
Mensagens Mensagens : 357
Data de inscrição : 09/02/2014

Vila : ??
Idade : 14
Sensei : ??
Personagem : num sei ainda nao entendi muito bem
Não Selado
Idade Idade : 18

Ficha do Personagem
HP HP:
0/0  (0/0)
Chakra Chakra:
0/0  (0/0)
Stamina Stamina:
0/0  (0/0)
Ver perfil do usuário

Re: Vila

em Dom 30 Set 2018, 7:16 pm
(Maru olha para Jiraiya e entendia perfeitamente do que ele falava, na verdade já tinha ate previsto que isso pudesse acontecer, mas pelos cálculos dede nao seria exatamente agora, ainda sim ele olha para as coisas que tinha escrito e decide explicar um pouco pra jiraiya)

Maru- Montei 5 times com o que temos na vila, são ninjas "jovens" e experientes, digamos que na flor da idade, juntando todos eles teremos um time completo em elementos dos ninjutsus, alem de taijutsu, ninjutsu e genjutsu, mais do que isso coloquei pelo menos 2 membros com genkkai em cada time, ou seja, montei 3 times de elite, e sim, Shiro estava em uma dessas equipes, sendo o senju muito forte, não tenho nenhum rancor de como ele chegou ate aqui e acho que ninguem o recrimina quanto a isso, pelo menos nao as pessoas que sabem do peso de uma ação errada.

(Maru faz novos rabiscos mas parecia nao achar outro ninja substituto para Shiro)

Maru- Shiro é insubistituivel, mas acho que sua missão também tem importancia, trazer Tsurama de volta a vila se ele estiver vivo, seria otimo para o Moral dos Senju, vou achar algum jeito, acho que o time que Shiro esta consegue se manter com os 4 membros e ainda trazer de modo efetivo, de toda forma, vou chamar os 15 ninjas, será uma reunião de 3+1missão vc vai dar as ordens mas estarei la para dar apoio.

(Maru parecia nao ver nenhum outro assunto a ser tomado ali e recolhe suas coisas, na saida ele abre a porta e olha para jiraiya respondendo sua pergunta retrorica anterior)

Maru- Eu não tenho interesse nenhum nesse comando, já estou cansado de tanto trabalho que já tenho, mas eu prefiro fazer, e saber que esta tudo indo bem, ao deixar nas mãos de outro e ter duvidas, de toda forma, é muito bom ter vc de volta nin-chan.

(Maru aguarda algum comentário e logo sai para intimar os ninjas. Nao demorava muito e eles já estavam prontos, ao anoitecer Jiraiya já estava com todos a frente de sua casa, os times ja estavam montados e Shiro ainda estava em forma junto com os demais, 3 filas de 5 ninjas esperando os comandos de jiraiya, o local era aberto, as pessoas já nao passavam na rua devido ao horário, mas ainda sim todos ficavam bem próximos para evitar que algo fosse dito alto de mais, junto a eles Maru  bate na porta e espera pela saída de Jiraiya para dar as ordens)
avatar
Jounnin
Jounnin
Mensagens Mensagens : 89
Data de inscrição : 07/05/2018

Vila : Konoha
Idade : 20
Sensei : a definir
Personagem : a definir
Não Selado
Idade Idade : 18

Ficha do Personagem
HP HP:
50/50  (50/50)
Chakra Chakra:
37/39  (37/39)
Stamina Stamina:
0/0  (0/0)
Ver perfil do usuário

Re: Vila

em Dom 30 Set 2018, 10:05 pm
(Jiraiya acompanhava toda a explanação. Apoiava o queixo sobre as mãos como se tentassr se apoiar em alguma coisa. Ao final, Maru havia manejado varias coisas, mas a frase dele era definitiva. Ele havia dito "acho" e não que estava certo daquilo. Jiraiya sabia o peso daquilo. Ele decide postergar a sua questão pessoal por alguns instantes, pelo menos em parte.)

- É o suficiente, Maru. Você disse "acho" que eles conseguiriam.

- Não duvido disso. Mas, se há algo que temos de reduzir o risco de baixas.

- Recuperar o caixa é importange e primordial. Todos esses ninjas estão aqui e são peças fundamentais da nossa manutenção.

- Por mais que eu queira... retirar Shiro da equipe a fragilizará... e vai expor Shiro. O fator diferencial é que, embora eu acredite que meu pai esteja vivo... no momento, isso é apenas uma esperança. Os problemas à nossa frente e a obrigatoriedade de sucesso nessas missões são reais e concretas.

- Assunto encerrado. Eu já havia aventado essa hipótese de aguardar um pouco até estarmos mais estáveis. Além disso, para não deixar o assunto parado, vou repassar essa informação ao Shiro. Ele terá duas missões. A principal são os ninjas do bingo book. Mas, ele deverá manter olhos e ouvidos abertos e, anotar qualquer informação que obtiver sobre Tsurama. Não deverá seguir nenhuma pista por enquanto. Apenas tomar nota.

(Antes de sair o jovem e sabio Nara dava suas razões pelo que não queria o comando. Jiraiya ria caracteristicamente para ele)

- BWAHUAHUAHUA! Pode parecer estranho... mas eu te entendo. Todos nós temos particularidades que nos atraem mais ou menos para determinadas coisas. É o seu jeito.

(Ficava claro que Jiraiya admirava o auto-conhecimento de Maru em não assumir um cargo só ppr ter a capacidade para aquilo, mas ppr considerar que era importante ter o tesao por fazê-lo)



(Após a saída de Maru, Jiraiya fazia alguns clones e eles pegavam alguns equipamentos e preparavam 15 Kunais do Arsenal. Elas não eram diferentes do normal. Mas após o trabalho de Jiraiya,  todas elas tinham algumas inscrições e um selo no cabo. Jiraiya as embrulhava num recipiente branco e ao final guardava todas as Kunais numa pequena Caixa, cada uma embrulhada num cuidadoso invólucro. Jiraiya havia ficado com uma lista dos nomes. Ele apenas precisava de uma lida e já sabia o nome, havilidades e demais informações de todas aquelas pessoas (memoria). Ao final ele sentava-se para aguardar Maru reuni-los.)

(Olhando para os quadros de seus antecessores, Jiraiya começava a pensar)

*Esse negócio de ficar atrás da mesa me deixará louco... se por hora nosso equipamento está um pouco defasado, com essas Kunais eu darei uma porta de saída para salvar a vida de nossos Shinobis...*





(Alguns daqueles clones se desfaziam, mas 5 não. Um deles saía. Ele ia até o hospital, levando consigo um pergaminho. Lá ele conversava com os médicos e explanava algumas coisas. Ao final, o pergaminho recebia um local específico e que ficava delimitado e com acesso restringido, mas de fácil controle e acompanhamento. O clone também aproveitava para largar um marcador no local. Ao final, ele se desfazia. Os clones que ficavam dentro da sala pegam outro pergaminho e nele faziam inscrições. Jiraiya acompanhava atento para ver se nada sairia do correto. Ao final clones vinham até ele. Eles desenham em outro e ativando algo que lembrava um marcador, aquele desenho corria para o braço esquerdo de Jiraiya. E se fixava, como uma tatuagem. Ele pegava uma das kunais e tocava numa parte especial do cabo. Nos dois casos o marcador começava a esquentar e ficar com cor. Uma era alaranjada. Outra vermelha, de acordo com a posição. Era o sinal que estava tudo certo. Os clones fixavam o pergaminho principal na parede, que ficava protegida por um vidro. Jiraiya sorria ao final. Essa era talvez a primeira medida que ele  tomava que realmente teria impacto.)

*Talvez o nosso equipamento esteja precisando de um upgrade... mas, com isso teremos um backup para algumas coisas*


(Jiraiya havia agido sem pressa, tomando todo o tempo necessário. Ele até descansava um pouco. Após isso, ele ouvia uma batida em sua porta e sabia que era o sinal. Maru havia recrutado os times e todos estavam ali para receber suas ordens. O Senju saía convicto e forte, porém sua forma de falar era branda)

- Bem-vindos! Obrigado por sua disponibilidade e por atenderem nosso chamado urgente.

(Jiraiya olhava bem cada um dos lideres nos olhos. Seus braços estavam esticados ao longo do seu corpo, demonstrando estar a vontade. Ele prosseguia, e sua voz ficava mais séria)

- Akatsumaru-sama os organizou de modo que suas habilidades se conplementem em campo de batalha. Vocês selecionados são os nossos MELHORES shinobis.

- Não teremos favoritos e a vida de ninguém será considerada menos valiosa. Mas, senhores, a vida de vocês é primordial para o sucessos dessa vila e para a segurança e futuro de sua e da minha, da nossa família... assim como é primordial o sucesso das missões que receberão agora.

- Não sei como estava funcionando, mas eu pretendo trabalhar e tratar com vocês na máxima transparência, dentro do que for aceitável para a segurança. Mas, é por isso que quero que saibam que essas missões tem um alto risco, mas também um alto retorno. Sobretudo, o resultado dessas missões também nos dará visibilidade e autoridade. E com isso, vem as melhores remunerações para a nossa vila e, consequentemente, pra vocês.

- mas a visbilidade dessas missões é uma faca de dois gumes. A falha nos custará muito caro e uma imagem ruim... mas, sabendo disso Eu e Maru temos total confiança em sua habilidades. E é por isso que estamos lhes repassandoessas missões que são primordiais para o nosso equilibrio atual e futuro, no cenário econômico.

- mas, eu não posso pedir que vocês tomem essa dianteira e esse risco... e não lhes dar nada em troco. Então, além do básico, eu estou aqui para lhes dar a minha PALAVRA de que Eu estarei aqui para proteger essa vila e nossas famílias. Quero que deixem isso comigo, para que possam focar 100% em cumprirem essas missões com 100% de sucesso e ZERO baixas!

- além disso, os senhores recerão um item especial confeccionado para cada um de vocês. Esse item terá uma importante função e que lhes explicarei imediatamente. Peço que não abram o invólucro ainda. Podem vir pegar!

(A Caixa estava no chão, logo na frente de Jiraiya. Ele aguardava que todos pagassem.  Eles notariam que cada invólucro estaria pessoalmente nominado para cada um deles. E ficava claro que Jiraiya havia feito aquilo e que ele sabia o nome da cada um daquelea shinobis. Após todos voltarem à formação. Jiraiya diria)

- esse item que lhes dei é um presente especial meu. Tomem cuidado. Esse item só deverá ser usado por vocês para evitar uma morte certa. Vocês só deverão usá-lo, repito, para evitar morte certa. Eu não direi o que ele faz, peço que confiem em mim. Esse item lhes trás essa  vantagem de proteger a vida de vocês por uma única vez... mas ele tem um preço: vocês abandonarão seus companheiros para trás e, muito possivelmente,  usar esse item importará em falha na missão! Então, usem com sabedoria! Eu recomendo que requisitem autorização de seu Capitão para a utilizarem ou só as utilizem caso determinado ou autorizado!!

- Capitães, se aproximem.

(Jiraiya esperava eles se aproximarem. Diria então somente para eles ouvirem, tapando sua boca com a mão.)

- Senhores, o Item de vocês tem uma particularidade especial. Quando vocês o analisarem, verão que existem duas inscrições. Uma delas é mesma de seus companheiros. Mas a outra... permitirá que vocês recebam um auxílio instantâneo. Só vocês tem esse item, porquê confio que saberão usar essa possibilidade com muita cautela. Até porquê, no momento que usarem essa opção... certamente sua liderança perantes seus times será prejudicada, a depender das circunstâncias... e porque ela tem o potencial para desguarnecer a vila, ainda que brevemente. Então, não sofrerão nenhuma punição por utilizar, é óbvio. Mas, lembrem que a maior virtude de um shinobi é cumprir com sua missão com mínimo de esforço e risco. Confio em suas decisoes. Todavia, essa segunda função deverá ser mantida em segredo absoluto! Podem retornar.

(Jiraiya era pro ativo. Ele queria que seu liderados sentissem-se como.se Jiraiya estivesse lá ao lado de cada um deles nas missões. Mas, também queria que eles tivessem foco e confiança para resolverem sozinhos todas as paradas. Era por isso que mantinha as coisas daquela forma. Também,  ao chamar seus capitães, ele valorizava suas patentes e decisões)

*isso pode ser bem arriscado... mas é o que é necessário no momento. Eu acabei de chegar... e quero que eles saibam que estamos juntos.*

(Após eles retornarem. Ele diria.)

- Sem mais delongas! Akatsumaru entregará aos capitães suas missões específicas. O resultado da missão é aquele que está na lista. As diretrizes que deverão ser observadas também constam nesse documento. Todos os times, com a forma de atuação de seus capitães, terão autonomia para decidir como realizar a missão da melhor forma, respeitadas os parâmetros e os resultados esperados!!

(Na sequencia, Jiraiya chamava todos os times, um a um, nominando individualmente todos os integrantes, por último o capitão, que recebia o documento com as diretrizes decididas e também a missão e o resultado. O documento estava aberto e os capitães podiam já ver qual era a missão. Ao final, ele dava alguns segundos para que o último capitão a pegar sua missão tomasse ciência. Ele então diria.

- Meus irmãos, nós todos contamos com vocês! Os times que não tiverem dúvidas estão DISPENSADOS! Shiro, por favor, deixe um Kage Bunshin, preciso te repassar um detalhe. Assim, vocês não ficam para trás!

(A informação não iria demorar, mas ele queria expor a missão 'secundária' de ficar com os olhos abertos para informações do Tsurama longe de outros ouvidos)

- Shiro, só confiamos em você para essa missão. Eu gostaria de seguir pessoalmente. Mas não posso. Eu descobri que meu pai estava vivo, até um tempo atrás. A última informação dele era que estava se mantendo nessa região aqui. Ele estava bem mal porque acreditava que eu morri. Talvez, se ainda estiver vivo e souber que vivo, pode voltar ao nosso clã. E seria excelente termos alguém do poderio dele ao nosso lado de novo! A missão principal é a do time, mas, se por acaso você passar por esses lados, peço que mantenha olhos e ouvidos abertos para registrar eventual informação sobre meu pai. Ele está num estado deplorável. Você o reconheceria arruma... mas, procure por uma pessoa de barba e cabelos grandes, vivendo como um mendigo, propriamente dito. Peço, também, que mantenha essa informação em sigilo absoluto, grau zero. Somente eu, você e o Conselho sabemos que Tsurama pode estar vivo. Se te perguntarem qual era a informação que eu queria te repassar... diga que apenas repassei que o alvo de vocês é o mas prioritário para nossa visibilidade positiva.

(Jiraiya também aguardaria para responder dúvidas dos times, se houvesse. Ele acreditava que não. Caso não,  ele olharia para Maru, esperando para ver se haveria alguma dúvida ou comentário dele. Ele certamente teria questionamentos sobre os itens.)
avatar
Nukenin
Nukenin
Mensagens Mensagens : 357
Data de inscrição : 09/02/2014

Vila : ??
Idade : 14
Sensei : ??
Personagem : num sei ainda nao entendi muito bem
Não Selado
Idade Idade : 18

Ficha do Personagem
HP HP:
0/0  (0/0)
Chakra Chakra:
0/0  (0/0)
Stamina Stamina:
0/0  (0/0)
Ver perfil do usuário

Re: Vila

em Seg 01 Out 2018, 11:28 pm
(depois de acatada as ordens os ninjas de seus respectivos grupos saiam, cada um eles ia em uma direção diferente, Maru parecia pensativo quanto a isso, mas por fim da um sorriso e se despedia de Jiraiya indo para casa, jiraiya estava sozinho em sua casa, que era modestamente grande. As paredes davam eco para o silencio e jiraiya repousava mas sentindo o grande vazio, momento que seria perfeito se estivesse na vila das termais)

(os sonhos de Jiraiya estavam otimos, sonhava com grandes decotes, com seios fartos e rostos lindos, mas quando a mulher foi chamar seu nome, saiu com a voz de Maru e isso vez com que Jiraiya saltasse da cama. Maru estava batendo a porta com os 3 jornais que tinham sua materia, o primeiro que jirayia leu, deu muito pouca enfase a sua volta, um titulo fraco e pouca atenção, era o esperado de um jornal de mais baixo nivel regional, o sengundo colocou a noticia em destaque, mas devido ao numero de propagandas, teve que reduzir drasticamente as intenções e atingimento e jiraiya, o terceiro jornal foi bem mais eficiente, mostrou claramente os pontos que jiraiya queria assim como relatou o convite para paz com os uchihas)

Maru- isso deve chegar a eles em breve, se prepare para o impacto, eu já quase poderia ver um exercito inteiro de uchiha ali na porta e nao posso deixar de avisa que isso ate da um medo, preocupação ou relativos. Alem claro de uma trabalheira sem amanho para juntar todos eles e mandar embora.

(Maru parecia cochichar para falar para jiraiya)

Maru- Fiquei sabendo que eles comem pra *******!
avatar
Jounnin
Jounnin
Mensagens Mensagens : 89
Data de inscrição : 07/05/2018

Vila : Konoha
Idade : 20
Sensei : a definir
Personagem : a definir
Não Selado
Idade Idade : 18

Ficha do Personagem
HP HP:
50/50  (50/50)
Chakra Chakra:
37/39  (37/39)
Stamina Stamina:
0/0  (0/0)
Ver perfil do usuário

Re: Vila

em Ter 02 Out 2018, 6:59 pm
(Jiraiya notava que Maru acabava não fazendo perguntas. Sozinho em seus aposentos pela primeira vez, Jiraiya sentava-se num sofá e, exausto, constatava que o bordel mais próximo era o da vila das águas termais. Aparentemente, o clã Senju não era o mais receptivo com a diversão, nem seus clãs aliados. Jiraiya folheava um guia com alguns anúncios e ainda um documento exclusivo do Líder, que relatava todas as informações do clã, inclusive de eventuais locais informais)

*hummmmm....que pena, isso é um absurdo! Como uma vila pode ser tão ordeira e não dar nenhum valor a diversão? Me deixa até de cara... esse pessoal gastava a vida se matando e... e julgam equivocado e imoral, pasmem, uma casa de tolerância... puta que pariu mesmo!!!!*

(Jiraiya se perdia nesses pensamentos e tomava mais um trago. Perdido em meio aos seus pensamentos e devaneios, o Líder Senju que estava esgotado das últimas atividades e decisões e cuja mente só conseguia pensar em mulheres, adormece, com sua mente seguindo nessa direção. É por isso que ele sonhava muito com a jovens e sorridentes garotas. Era preciso lembrar que o garoto havia passado desde os seus 15 anos até os 20, a parte em que ele com certeza mais se dedicaria a isso, enclausurado em uma montanha onde só haviam sapos e depois, passado dois anos quase como um mendigo que, consequentemente, não tinha quaisquer chances de sair com um mulher. Seus doces sonhos eram interrompidos por Maru. Jiraiya até ia questionar o horário, mas ele via que já era dia e que, afinal, essa era a vida que ele havia aceitado. Ele ouvia a piadas de Maru e notava que o Nara também tinha um senso de humor. Isso tirava o mau humor pós sono de Jiraiya que ria alto)

- BWAHUAHUAHUA! Estamos nos aliando para uma série de razões... mas, por hora, colocar comida na boca deles ainda é responsabilidade da Fantasma Branco hehehe. Por outro lado...

(Agora era Jiraiya que cochichava, para somente ele ouvir)

- acho que nós temos experiência suficiente para lidar com comilões!

(Ficava claro que Jiraiya se referia ao clã Akimichi, cujo poderes estavam diretamente ligados ao alto consumo de comida. Jiraiya pega os jornais e ia lendo-os pacientemente, enquanto cuidava para fazer um café. Pelo menos isso existia no mundo dos sapos e o Senju havia se tornado um especialista em fazer café. Ao final, ele lia os jornais e tomando um gole de café, enquanto oferecia uma xícara da especiaria ao seu Conselheiro, e dizia)

- Esses dois... não servem para nada. Este último e, por sorte, talvez o mais importante... esse deu a ênfase e o destaque necessário ao pretendido. Acho que é um reflexo do fato de ser um jornal internacional.

(Ele tomava outro gole e agora prosseguia)

- Isso é um sinal de que estamos no caminho certo sobre a questão internacional, Maru! Os jornais locais não tem essa visão... mas essa mídia internacional deu primeira capa! Por que eles sabem que isso está mudando o mundo e que essa notícia vai fervilhar. Com certeza esse jornal vai chegar a todos os locais, mesas e outros destinatários que precisam recebê-lo!

(Jiraiya celebrava internamente que o seu treinamento e experiência de anos, desde criança vendo seu pai liderar e aprendendo, não haviam sido perdidas pelos 5 anos de treinamento para ninjútsu. Ele agora voltava ao que Maru havia dito primeiro, o impacto)

- certamente terá impacto! E serão os mais diversos. Internamente no país, o efeito gerado será aquele esperado! Ninguém decidirá nada antes de saber o que vai dar. Ou seja, se vai ter a reunião e se houver, o que será decidido. Acredito mesmo que até o Daimiyou vai segurar a onda!

- externamente, acho que termos algumas situações diferentes. Com relação aos outros países que estão se organizando e que temos informações., tenho plena certeza de que irá segurar eventuais instintos belicosos deles. Como as vilas estão se organizando, eles não podem despachar tropas para ataques. Se havia interesse em aproveitar um massacre interno para tomar o país... bem, isso vai mudar de foco. Se quiserem atacar, acho que apenas vai reforçar nossa necessidade de aliança. Já com relação a Kirigakure... a situação é bastante peculiar.

- digo isso porque eles já tem organização o suficiente para invadir o país do fogo, embora isso vá criar um tensão internacional e ser contrário a tudo que o Mizukage Ryuugestu vem pregando. Por outro lado, até onde sei, Ryuugestu apenas cumpriu com as promessas recíprocas que fizemos entre nós. Ou seja, até onde fiquei sabendo, ele não interferiu no país do fogo mais, no que tange aos Senju! Isso não se aplica aos demais clãs... e inclusive alguns conflitos devem ter surgido em missões.

- sinceramente não sei como vão encarar isso: há dois caminhos, apenas. Estendermos a nossa paz com eles para os Uchihas... ou eles estenderem a inexistência e qualquer acordo deles com os Uchihas. Mas, como já disse, confio que poderemos estender a nossa paz e acordo. Até porque eu conheço o Ryuugestu-san e ele vem cumprindo fielmente com a palavra que deu antes.

- mas é por isso que precisamos definir com a máxima brevidade nossa relação com o Uchiha... pois tenho certeza que o País da Água e aí, leia-se, o Mizukage irá, muito em breve, querer saber "que diabos significa essa ***** toda", e também "como diabos Jiraiya está vivo e que acompanhou a formação de Kiri", "onde eu estava com a cabeça em publicar aquilo no jornal e que estou criando problemas" e fará algumas ameaças que ele mesmo sabe que não irá cumprir!

(Jiraiya lembrava que Ryuugestu era uma boa pessoa que havia sofrido muito. Então ele tinha uma comportamento que aparentava ser agressivo, mas na verdade era apenas a forma de se comportar dele, quando estava sob pressão, pois tinha um bom coração. Ele lembrava que o garoto o ameaçara diversas vezes em seu pseudo combate, mas ao final, havia parado seus ataques para ouvir o Senju)

- Maru, agora sendo sério e para a questão mais imediata. Teremos duas situações.

- Esse jornal já chegou à todos os locais. Eu tenho certeza que agora, já temos a vantagem de ter freado qualquer ajuste dos outros clãs que poderiam vir desequilibrar a balança, mas sem colocar mais lenha no fogo. Na verdade, nós jogamos um balde água fria nas intenções do Daimiyou de instaurar uma competição, que ele fez com aquele anúncio dele. Eu não sei se vamos ter uma relação muito boa com esse cara. E nesse ponto, temos vantagem no momento, por que esse Lorde aparentemente só entende essa linguagem. Nós mostramos que sabemos lidar com a imprensa. E isso é mostrar ao mundo que nós, o Senju, sabemos lidar com a política dos Lordes, no mesmo grau que eles tentam usá-las contra nós.

- Em resumo, eu acho que em hipótese alguma Itanari irá se recusar a conversar... mas, se por um lado, externamente, estamos numa posição de força agora, isso irá refletir nas propostas dela... ela vai querer que na Reunião fique claro que ela não está cedendo as pressões de um cara que até ontem estava morto. E acho justo isso. Afinal, até ontem, ela estava lidando com as situações que estavam no seu colo e sem saber que haviam mudanças drásticas aqui. Nós tivemos que agir com uma certa agressividade, para segurar as decisões no âmbito do país do fogo e não para atingir os Uchiha em si.

- Então, teremos que estar preparados para algumas eventuais concessões. Espero que ela escolha um local que realmente nos permita conversar com calma, pois essa coisa pode demorar. E aí, chegamos ao outro problema, Maru.

- Eu preciso que você esteja lá comigo nessa reunião... e não sabemos onde ela poderá acontecer. Isso significa que tanto a vila Uchiha e a vila Senju estarão sem seus Líderes e protetores por natureza. Por outro lado, se qualquer coisa der errado... eu posso voltar para cá de imediato. Mas, tem que existir uma comunicação. E é isso que preciso que você pense, Maru. Um esquema de segurança e também um forma de nós estarmos instantaneamente cientes de caso algo ocorra.

*Em verdade... eu também posso ir para a vila Uchiha, se for necessário... mas, por hora, essa informação deve ficar apenas comigo*

- Em último lugar, por favor, deixe esse repórter do Jornal que deu o devido destaque de sobreaviso! Por ter dado o devido destaque, acho que eles vão gostar de saber os resultados da reunião entre Senju e Uchiha em primeira mão. Sei que estou sendo otimista, mas acredito que realmente iremos ter algum progresso.

- E esse progresso precisará estampar as capas do Jornais! Se houver uma aliança ou mesmo alguma evolução nesse sentido, uma foto dos dois representantes do Uchiha e do Senju em primeira página, com notícia de uma aliança, seja ela qual for, irá nos dar a atenção necessária... para o porvir. E assim, compensaremos a presença do Jornal só aqui, pois o destaque será a união e todos, e não nós ou eu.

(Jiraiya terminava a sua falar e caso não houvesse outras considerações de Maru, passaria a por em ordem eventuais compromissos do Líder)

*preciso deixar tudo isso em ordem... para que assim que a poeira baixar... eu possa ir as fontes termais!! kikikiki não vejo a hora de passar umas horas por lá! Com menos riscos, eu posso deixar um Kage Bunshin aqui para tomar conta das coisas.... kikikikiki, essa técnicas que eu aprende e desenvolvi no mundo sapo certamente são....*

(Naquele instante Jiraiya lembrava que o seu número preferido era ideia do Sapo Ancião e sua mente imaginava o corpo grande e gordo do sapo caindo sobre o bordel, o deixando em pedaços)

*DROGAAAAA! Aquele ancião!! GRRRRRRRRR.... ele planejou toda aquela cena só pra sacanear com minha apreciação pelo pole dance das garotas! E, conseguiu, maldito! Não consigo pensar sem lembrar disso!*

avatar
Nukenin
Nukenin
Mensagens Mensagens : 357
Data de inscrição : 09/02/2014

Vila : ??
Idade : 14
Sensei : ??
Personagem : num sei ainda nao entendi muito bem
Não Selado
Idade Idade : 18

Ficha do Personagem
HP HP:
0/0  (0/0)
Chakra Chakra:
0/0  (0/0)
Stamina Stamina:
0/0  (0/0)
Ver perfil do usuário

Re: Vila

em Ter 02 Out 2018, 11:54 pm
(maru ficava serio por alguns instantes, ele escutava tudo atentamente e ao final ele parecia bem preocupado, nem sequer chegou a tomar qualquer trago do café pensando em como diria isso)

Maru- não se anime tanto Jiraiya, temos um outro problema! pq vc acha que essa historia da capital surgiu assim do nada, eu disse a voce que a vila da maré é uma vila extremamente bem ordenada, e mesmo que senju e uchiha se unam ainda existe a possibilidade de a maré ser a capital, por um pequeno motivo.

(maru parecia se perder em alguns pensamentos mas depois volta a olhar para jiraiya)

Maru- não somos donos de nossas terra! esse é o fato, o Daimyou é dono de todo o pais do fogo, ele é o dono de todos os pequenos feudos espalhados pelo pais, e embora tenhamos um senhor regional muito bom, ele é submisso a esse Daimyou que ate onde eu sei, é um cara de idade media, de opnião inrrefutavel, então se ele decidir que sua primeira ação é como sua vila capita for invadir Kirigakure, ele vai pedir isso! e se nao fizer, ele provavelmente seria o cara que contrataria a kirigakure inteira para nos destruir, seus problemas estao apenas começando, mas quero ir por partes, primeiro vamos pensar mesmo na aliança uchiha e depois pensar em como lidar com esse velho.

(Maru havia parado alguns segundo e deixando um silencio no ar ate que ele volta do nada com um sorriso na cara e olha para jiraiya de um modo que jiraiya espanta, era uam cara feliz como um sarcasmo ele certamente iria pedir algo)

Maru- a proposito Nin-chan!!!preciso de um grande favor!! tem um garoto no meu clã, eu estou tendo alguns problemas com ele, ele é mestiço e tem muita suspeita sobre ele, não sabemos ate que ponto podemos confiar nele pois o pai dele é um cara diferenciado e pensamos o tempo todo que ele pode levar alguma informaçãoq ue nao deve para o pai dele, assim querendo ou nao ele acaba nao sendo muito aceito dentro do nosso meio e eu estou sem ideia de como promover a interação dele, Preciso que me faça um favor, não consigo nenhum membro Nara disposto a fazer o primeiro teste dele como ninja, avaliar suas capacidades e tudo mais, e eu, bem, eu nao estou tendo tempo nem para cagar se é que vc me entende. Vc por acaso pode fazer esse favor para mim, eu abro um espaço na sua agenda e vc poderia me ajudar com essa, diz que sim, sim???!
avatar
Jounnin
Jounnin
Mensagens Mensagens : 89
Data de inscrição : 07/05/2018

Vila : Konoha
Idade : 20
Sensei : a definir
Personagem : a definir
Não Selado
Idade Idade : 18

Ficha do Personagem
HP HP:
50/50  (50/50)
Chakra Chakra:
37/39  (37/39)
Stamina Stamina:
0/0  (0/0)
Ver perfil do usuário

Re: Vila

em Qua 03 Out 2018, 12:31 am
(Jiraiya confiava muito na estratégia da união. Maru era muito inteligente,mas até certo ponto era bastante contido e até meio pessimista. Jiraiya se divertia um pouco com a alta capacidade do Nara de prever futuros tenebrosos. Ele respondia com bom humor)

- Maru-san, sabe que considero sua opinião como as mais sábias... mas acho q o tempo junto com Shiroshi-san te ligou o lado ruim... mas, meu irmão, eu já sei q esse velhote é complicádo.

(Ele olhava bem ao redor e sua ficaba abafada. Somente Maru ouviria)

- Mas esse é o ponto central da nossa aliança, Maru. Eu quero uma aliança tão forte e tao completa... aue nós é que ditaremos as regras, se o Daymiou nao for razoável ou não nos der uma autonomia decente. Pense, Maru. Se nós somos o poder militar de verdade de um país... que é que o Daimiyoi tem além de grana? Mas... não se alerte. Isso é apenas em ultimo caso. Eu acredito que além de velho e rabugento... esse daimiyiu não é nada tolo. Ele vai perceber que a nelhor sacada é escolhero nosso projeto. Nós tenos a força e nome para isso.

(Maru percebia que Jiraiya 0arecia disposto a propor uma mudanças no poder do país se não houvesse uma relação amigável com o.Senhor do País do fogo, embora preferisse manter tudo em paz e numa boa)

(Maru então mudava o tom Jiraiya já sabia aue lá vinha coisa. Não dava outra. Era um pedido de treinamento de um Jovem Nara, que aparentemente vinha tendo alguns problemas diferenciados.)

- ahhhh... entendi! É que a minha agenda está maravilhosamente livre não é?

(A história era comovente até uma certa altura. O garoto parecia ser meio ovelha negra e Jiraiya também tinha um pedaço nisso, embora fosse o filho do antigo líder. É que seu comportamento inapropriado era muito questionado, até que em certo momento todos cansaram e apenas passaram a aceitar Jiraiya. Mas ele entendia a ideia de Maru)

* não é que ele não tenha tempo... com o garoto comigo por algum tempo ele pretende avaliar os riscos, traçar um plano e... e também espera que por ser treinado por mim, ele crie um.certo apreço pela vila e, do outro lado, que ao se tornar pupilo do lider, ele seja melhor visto.*

(Jiraiya colocava a mão na cabeça e dizia)

- Se você está dizendo... eu acho q não me sobra alternativa. Mas quero que adicione um folga para eu ir as fontes termais. Temos um.acordo?

(Caso o Nara concordasse ele acenaria com.a cabeça positivamente)

- Só, antes de passarmos a quakquer outra questão... terei de dar um mijao!

(O vocabulário de Jiraiya era meio xulo para um líder, quando ele estava a vontade ou aoenas na presença de quem ele confiava.)

*hehehehe... preciso testar essa ideia. Acho q vai me ajudar muito*
avatar
Usuário novo
Mensagens Mensagens : 21
Data de inscrição : 02/10/2018

Vila : Konoha
Idade : 12
Sensei : JIraya
Personagem : Nara Kazuhiro
Não Selado
Idade Idade : 12

Ficha do Personagem
HP HP:
45/45  (45/45)
Chakra Chakra:
20/22  (20/22)
Stamina Stamina:
0/0  (0/0)
Ver perfil do usuário

Re: Vila

em Qui 04 Out 2018, 11:57 am
(O garoto havia tomado banho no banheiro publico logo cedo e depois comeu um pouco da comida que trazia consigo, respirou fundo e foi ao local indicado. Ele havia sido chamado por Nara Akatsumaru e estava adiantado esperando para ser chamado ou que alguém fosse até ele)

*Será que eles são iguais a mim e a minha mãe? Será que nesse lugar as pessoas são confiáveis. Será que eu estou seguro aqui. Tenho que considerar a possibilidade desse lugar ser do tipo que eu tenho que provar logo de cara que eu sou do tipo que anda com a cabeça levantada*

(Então o garoto segurou com firmeza a alça de sua mochila, onde estava a carta dada por sua mãe)

*Não vou te decepcionar, mãe.*
avatar
Jounnin
Jounnin
Mensagens Mensagens : 89
Data de inscrição : 07/05/2018

Vila : Konoha
Idade : 20
Sensei : a definir
Personagem : a definir
Não Selado
Idade Idade : 18

Ficha do Personagem
HP HP:
50/50  (50/50)
Chakra Chakra:
37/39  (37/39)
Stamina Stamina:
0/0  (0/0)
Ver perfil do usuário

Re: Vila

em Qui 04 Out 2018, 1:32 pm
(Jiraiya saia do banheiro e falava para o Maru)

- OK, ok. Não esqueça da minha folga! Onde está o garoto? Pode trazer ele para que nós nos conheçamos. Você tem alguma relação de confiança dele com você, pelo menos?


(Como Maru parecia ter apenas congelado, Jiraiya ficava curioso e abria a porta da sua sala, dando de cara com um pequeno garoto que parecia estar absorto em seu pensamentos e possuía uma expressão de muita seriedade e pesos para um garoto daquela idade. Ele olhava para trás, vendo se Maru diria algo e se dirigia ao garoto, estendendo a mão para e

- Opa, mas veja quem temos por aqui! Meu nome é Jiraiya, e eu sou o Gamma Sennin. Como é seu nome?


(Enquanto dizia ser o Gamma Sennin, Jiraiya piscava para o garoto e apontava com um o dedão em "jóia" para si mesmo. Era evidente que Jiraiya dava muito valor para aquilo, o que quer que significasse ser um Gamma Sennin (Eremita Sapo).)


Última edição por Jiraiya em Qui 04 Out 2018, 3:30 pm, editado 1 vez(es)
Conteúdo patrocinado

Re: Vila

Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum